Retrospectiva 2020: relembre as principais notícias de dezembro

Agência Brasil
·7 minuto de leitura

Em dezembro, o mundo foi surpreendido pela possibilidade de reinfecção pelo novo coronavírus.

No Brasil, pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) observaram que a primeira exposição ao coronavírus pode não produzir memória imune em casos brandos, o que significa que uma pessoa que teve covid-19 pode ser reinfectada pelo vírus.

Em Natal, uma profissional da área de saúde, de 37 anos, teve a doença em junho, se curou, e teve o resultado positivo novamente em outubro, 116 dias após o primeiro diagnóstico. O Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de reinfecção por covid-19 no país.

Na Europa, a preocupação é a nova cepa do coronavírus. Uma nova variante do vírus está se espalhando rapidamente pelo Reino Unido e tem mutações que podem significar que as crianças estão tão suscetíveis a serem infectadas com ela quanto os adultos, diferentemente de cepas anteriores, afirmaram cientistas.

Vacinação contra covid-19 no mundo

A tão esperada vacina contra o novo coronavírus já é uma realidade. Vários países iniciaram a imunização. Reino Unido foi o primeiro país a aplicar a vacina. Reguladores dos Estados Unidos autorizaram o uso da vacina da Pfizer e de seu parceiro BioNTech, além da vacina Moderna. A Rússia começou a vacinar profissionais de saúde, assistentes sociais e professores contra o novo coronavírus. Chile e México também iniciaram a vacinação. A Costa Rica também recebeu doses da Pfizer, enquanto o primeiro lote da russa Sputnik já chegou à Argentina.

Brasil anuncia plano nacional de vacinação contra covid-19

Plano Nacional de Vacinação contra a covid-19, apresentado pelo governo, prevê quatro grupos prioritários que somam 50 milhões de pessoas. Os primeiros a serem vacinados serão trabalhadores da saúde, idosos e indígenas. Depois será a vez das pessoas com comorbidades serem imunizadas. Em seguida, professores, forças de segurança e salvamento, e funcionários do sistema prisional.

Segundo o plano, o governo federal já garantiu 300 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 por meio de três acordos: Fiocruz/AstraZeneca (100,4 milhões de doses até julho de 2020 e mais 30 milhões de doses por mês no segundo semestre); Covax Facility (42,5 milhões de doses); Pfizer (70 milhões de doses ainda em negociação).

Festa de réveillon é cancelada

Em meados de dezembro, a prefeitura da capital fluminense anunciou que o réveillon do Rio de Janeiro, considerado uma das maiores festas de ano novo do mundo, foi cancelado devido à pandemia de covid-19.

Em seguida, outras cidades também anunciaram o cancelamento da festa que saúda a chegada do ano novo.

Fundo internacional aprova R$ 1,2 bi para combate à seca no Nordeste

Agência Brasil 30 Anos - Com a falta de chuva na nascente do Rio São Francisco, o reservatório de Sobradinho vive a maior seca de sua história
Agência Brasil 30 Anos - Com a falta de chuva na nascente do Rio São Francisco, o reservatório de Sobradinho vive a maior seca de sua história
Agência Brasil 30 Anos - Com a falta de chuva na nascente do Rio São Francisco, o reservatório de Sobradinho vive a maior seca de sua história
Agência Brasil 30 Anos - Com a falta de chuva na nascente do Rio São Francisco, o reservatório de Sobradinho vive a maior seca de sua história
Sena no Nordeste - Marcello Casal jr/Agência Brasil

Até 250 mil famílias de pequenos agricultores da Região Nordeste poderão contrair US$ 217,8 milhões (R$ 1,2 bilhão) em empréstimos para combater os efeitos da seca e da fome. O financiamento foi aprovado por unanimidade pela diretoria executiva do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida) das Nações Unidas.

Investimento em tecnologia

Internet das coisas
Internet das coisas
Internet das coisas
Internet das coisas
Internet das coisas - Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Lei que promove incentivos à chamada Internet das Coisas foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Pela nova regra, alguns tributos, incidentes sobre as estações de telecomunicações que integrem sistemas de comunicação máquina a máquina, foram zerados. A lei também dispôs sobre regras para licenciamento desses equipamentos junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Também foi sancionada lei que atualiza as possibilidades de uso do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para permitir que as políticas governamentais de telecomunicações possam ser financiadas com esses recursos.

Criado originalmente para a difusão da telefonia fixa, o dinheiro do Fust agora poderá financiar projetos que promovam a democratização da internet e de novas tecnologias.

Dólar cai e bolsa de valores sobe

dólar
dólar
dólar
dólar
dólar - REUTERS/Bruno Domingos//Direitos reservados

A economia mundial deu sinais de reação otimista em dezembro depois de um ano em que a pandemia sacudiu o planeta. No último mês do ano, o brasileiro chegou a comemorar a queda do dólar abaixo de R$ 5,10, a mesma cotação de janeiro deste ano. Na bolsa de valores, o índice Ibovespa também se recuperou bem. Chegou a ultrapassar os 118 mil pontos, mesmo nível de janeiro.

MEC e o calendário do ano letivo 2021

O Ministério da Educação (MEC) mudou, de 4 de janeiro para 1º de março, o início das aulas presenciais nas instituições federais de ensino superior. O Conselho Nacional de Educação (CNE) decidiu que estender até 31 de dezembro de 2021 a permissão para atividades remotas no ensino básico e superior em todo o país.


Prefeito do Rio de Janeiro é preso

Marcelo Crivella foi preso em sua casa, na Barra da Tijuca, e levado para a Delegacia Fazendária, na Cidade da Polícia. No mesmo dia, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu prisão domiciliar ao prefeito afastado do Rio de Janeiro.

A prisão foi realizada em ação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Civil, e ocorreu no desdobramento da Operação Hades, que apura corrupção na prefeitura da cidade e tem como base a delação do doleiro Sergio Mizrahy.


Joe Biden vence a eleição presidencial dos Estados Unidos

Em 14 de dezembro, o Colégio Eleitoral confirmou a vitória do democrata Joe Biden diante do republicano Donald Trump nos Estados Unidos. No dia seguinte, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro emitiu mensagem oficial em que cumprimenta o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden.

Obituário

O cantor Paulo César Santos, o Paulinho, 68 anos, integrante do grupo Roupa Nova, morreu em dezembro, no Hospital Copa D'Or, zona sul do Rio de Janeiro. Em setembro, ele havia feito um transplante de medula óssea para tratar de um linfoma. No procedimento, foram utilizadas as próprias células do paciente. Um mês depois, Paulinho foi internado com covid-19.

O ator Eduardo Galvão morreu na noite de ontem (8), vítima de covid-19, aos 58 anos. O primeiro trabalho do ator na TV foi a novela O Salvador da Pátria, de 1989. Já sua última novela foi Bom Sucesso, de 2019. Na TV Globo, também participou de novelas como A Viagem, O Clone e Paraíso Tropical, entre outras.

A atriz Nicette Bruno Morreu em dezembro , aos 87 anos, vítima de covid-19. Ela estava internada na Casa de Saúde São José, em Humaitá, na zona sul do Rio de Janeiro. A atriz foi casada com o ator Paulo Goulart e iniciou a carreira no teatro em 1945. Na TV, atuou em novelas como Selva de Pedra (1986), Bebê a Bordo (1988), Rainha da Sucata (1990), Mulheres de Areia (1993), A Próxima Vítima (1995), Alma Gêmea (2005) e Sítio do Picapau Amarelo (2001/04).

Faleceu, em São Paulo, Massao Shinohara, aos 95 anos de idade, um dos maiores mestres do judô do país. Sensei Massao, o único 10º Dan do Brasil, foi técnico da seleção brasileira de judô nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 1984.

Faleceu o jornalista e comentarista esportivo Orlando Duarte, aos 88 anos, vítima de complicações da covid-19. Orlando Esteve na cobertura jornalística de 14 Copas do Mundo e dez edições de Olimpíadas. Trabalhou nas TVs Globo, Band, Gazeta, SBT e Cultura e nas rádios Bandeirantes, Gazeta, Trianon e Jovem Pan, passando pela Rádio Nacional em 2014, onde comentou o Mundial disputado no Brasil.

O ex-presidente francês Valéry Giscard d'Estaing, um dos principais arquitetos da integração europeia no início dos anos 70, morreu aos 94 anos. Giscard, que comandou a França de 1974 a 1981, havia sido hospitalizado recentemente em Tours e estava em tratamento na unidade de cardiologia. O ex-presidente faleceu devido a complicações relacionadas à covid-19.

O ex-presidente do Uruguai Tabaré Vázquez faleceu em decorrência do câncer de pulmão. Tabaré Vázquez foi presidente do Uruguai por duas vezes, de 2005 a 2010 e de 2015 a 2019.