Retrospectiva 2021: ômicron acaba com sonho de retorno à vida normal

·2 min de leitura

O ano de 2021 começou em plena onda epidêmica da variante alpha do SARS-CoV-2 e com populações do mundo todo sendo submetidas a medidas de restrição rígidas. Com previsões pessimistas, agora 2021 termina com a chegada da variante ômicron e questionamentos sobre a eficácia das vacinas contra a nova cepa.

O primeiro Ano Novo na França após o início da epidemia, em 2020, foi celebrado com toque de recolher: as pessoas não podiam sair de casa entre oito da noite e seis da manhã. Festas também foram proibidas e, em casa, a regra era ter apenas seis convidados à mesa. O fim de 2020 marcou, desta forma, o começo da era epidêmica, que mudaria o cotidiano do mundo nos próximos anos.

Mas o surgimento das vacinas contra a Covid-19 no final de 2020 alimentou a esperança de que a vida poderia, após quase um ano de restrições, voltar ao normal. No início do ano passado, o acesso aos imunizantes era raro e, na maior parte dos países, a população aguardava com ansiedade a possibilidade de se vacinar.

Ao mesmo tempo, os pesquisadores ao redor do mundo constatavam cada vez mais casos de doentes que, meses após a contaminação, apresentavam sintomas como falta de ar e problemas de concentração e cansaço, que muitas vezes impediam as pessoas de executarem suas tarefas normalmente no cotidiano.

Covid longa

Os clínicos e pesquisadores passaram a se interessar mais de perto pela síndrome que ganhou um nome: Covid longa. Em Paris, o hospital Foch constatou o fenômeno após o primeiro lockdown na França, de maio de 2020, e criou um setor especial para receber os doentes.


Leia mais

Leia também:
Covid-19: para desacelerar variante ômicron, Alemanha limita convidados em festas de Réveillon
Covid-19: Espanha enfrenta falta de testes às vésperas das festas de fim de ano
Covid-19: Paris cancela queima de fogos de réveillon na Champs-Elysées

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos