Em reunião ministerial, Bolsonaro xinga João Doria e Wilson Witzel: "Estrume do governador"

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
The President of the Republic, Jair Bolsonaro (PSL), on July 3, 2019 in Sao Paulo, Brazil, of the solemnity of passage of the Southeastern Military Command, from General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira to General Marcos Antonio Amaro dos Santos. The governor of the State of São Paulo, João Doria (PSDB) also attended the event. In the photo, the Vice President of the Republic, General Mourão, President Jair Bolsonaro and the governor of the State of São Paulo, João Doria. (Photo: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)
Aliados na eleição, Bolsonaro e Doria entraram em rota de colisão durante pandemia do coronavírus (Foto: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Sipa via AP Images)

Na reunião ministerial divulgada nesta sexta-feira pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello, o presidente Jair Bolsonaro ofendeu os governadores de São Paulo, João Doria, e Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Bolsonaro se referiu ao governador de São Paulo como “aquele bosta do governador de São Paulo” e o “estrume do governador do Rio de Janeiro”.

O presidente ainda atacou opositores e disse que o que eles querem são “as nossas hemorroidas, a nossa liberdade”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Na última quinta-feira, em reunião com os governadores, tanto Bolsonaro quanto Doria adotaram tom apaziguador. Governador de São Paulo chegou a falar em clima de paz.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.