Reunião da bancada paulista na Câmara tem discussão por divisão de recursos para emendas

Fausto Pinato (PP-SP) foi um dos protagonistas do bate-boca - Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação
Fausto Pinato (PP-SP) foi um dos protagonistas do bate-boca - Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação

A reunião da bancada paulista na Câmara acabou em desentendimento nessa terça-feira (15). Os parlamentares tentavam chegar a uma decisão sobre como seriam feitas as emendas da bancada de São Paulo ao Orçamento do ano que vem.

Os deputados estavam reunidos com diversos setores, inclusive representantes de casas de saúde e de universidades. Com o bate-boca protagonizado entre Fausto Pinato (PP-SP) e Herculano Passos (MDB-SP), a sala foi esvaziada - retirando inclusive os assessores do local- para tentar chegar a um acordo.

Leia também

A desavença se deu pela forma de divisão dos R$ 240 milhões que a bancada poderá manejar. Fausto Pinato (PP-SP) defendeu a divisão igualitária para os 70 deputados da bancada (o que resultaria em cerca de R$ 3,4 milhões para cada um apresentar emendas). Outro critério em discussão, proposta por Adriana Ventura (Novo) é dividir, para os hospitais, por números de atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS)

Neste ano, as emendas deverão ser focadas em projetos de saúde e educação, mas os paulistas terminaram a reunião sem acordo sobre a divisão. As emendas precisam ser apresentadas até o próximo dia 24, mas ainda não foi marcada uma nova data para que a bancada do estado se reúna para decidir.