Reunião da Libra tem baixa adesão de assinaturas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Apenas seis, dos 23 representantes de clubes brasileiros assinaram o documento para a criação da Libra, a Liga Brasileira de Futebol.
Apenas seis, dos 23 representantes de clubes brasileiros assinaram o documento para a criação da Libra, a Liga Brasileira de Futebol. Foto: (Pedro Vilela/Getty Images)

Inicialmente promissora, a reunião realizada na manhã desta terça-feira em um hotel em São Paulo, para a discussão e a assinatura do documento que prevê a criação da Libra, a Liga Brasileira de Futebol, terminou com apenas seis assinaturas de representantes de clubes da elite do futebol nacional.

Bragantino, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Palmeiras, Santos e São Paulo foram os seis clubes, dos 23 que enviaram representantes, que firmaram o acordo com a Codajas Sports Kapital. Uma nova reunião será realizada na próxima semana, no dia 12 de maio, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e deve contar com os 40 clubes que disputam as séries A e B do Campeonato Brasileiro.

Leia também:

Andrés Rueda, presidente do Santos e um dos representantes que assinaram o documento, comentou com otimismo sobre a reunião de hoje e espera uma grande festa no Rio de Janeiro: "Os 40 clubes são a favor da criação da liga. Agora é só acertar as arestas e dia 12, com certeza, será uma grande festa na CBF".

Apenas dois clubes da Série A não estiveram presentes, Juventude e Cuiabá. O clube gaúcho, de acordo com a repórter Michelle Silva, da Rádio Bandeirantes de Porto Alegre, mantém contato com os presidentes dos outros clubes, é favorável à criação da Libra e irá comparecer ao compromisso da próxima semana.

Confira a lista dos dirigentes presentes: Rodolfo Landim (Flamengo), Duilio Monteiro Alves (Corinthians), Leila Pereira (Palmeiras), Marquinhos Chedid (Bragantino), Júlio Heert (Avaí), Andrés Rueda (Santos), Mário Celso Petraglia (Athletico), Harlei Menezes (Goiás), Julio Casares (São Paulo), Alessandro Barcellos (Inter), Adson Batista (Atlético-GO), Jorge Braga (Botafogo), Geraldo Luciano (Fortaleza), Jorge Salgado (Vasco), Marcus Salum (América-MG), Sérgio Coelho (Atlético-MG), João Paulo Silva (Ceará), Matheus Montenegro (Fluminense), Juarez Moraes (Coritiba), Marco Antônio Eberlin (Ponte Preta), Ricardo Moisés (Guarani) e Gabriel Lima (Cruzeiro).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos