Réveillon 2022: Paes negocia com Claudio Castro para manter queima de fogos em Copacabana (RJ)

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Eduardo Paes
    Político e advogado brasileiro
Revellers watch the fireworks on 1st January 2020 in Rio de Janeiro, Brazil. Every New Year's eve in Rio hundreds of thousands of people from all over the world descend on Copacabana and Ipanema beaches. It is the largest New Year's Eve celebration in the world, with a spectacular firework display. (Photo by Phil Clarke Hill/In Pictures via Getty Images)
Queima de fogos na praia de Copacabana na virada de 2019 para 2020 (Foto: Phil Clarke Hill/In Pictures via Getty Images)
  • Prefeitura do Rio tanta manter queima de fogos em Copacabana e em outros pontos da cidade no réveillon

  • Previsão é que prefeitura e governo estadual se reúnam na próxima quarta para debater o tema

  • Festas de ano novo já foram canceladas na capital fluminense

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), informou que tenta negociar com o governo estadual para manter a queima de fogos de réveillon em Copacabana, na zona sul da capital, e em outros pontos da cidade. Paes e o governador Claudio Castro se encontraram na noite da última segunda-feira (6) para discutir a possibilidade.

“Estive agora à noite com o governador Claudio Castro. Pedi que levasse a seu comitê científico a possibilidade de realizarmos ao menos os fogos em Copacabana e em alguns pontos centrais da cidade”, afirmou Paes pelas redes sociais. “Daniel Soranz [secretário municipal de Saúde] irá conduzir as negociações acerca do que é possível ser feito.”

Segundo o portal g1, há a previsão de que representantes da prefeitura e do governo estadual voltem a se encontrar na próxima quarta-feira (8).

A festa que estava planejada para acontecer na capital fluminense foi oficialmente cancelada no último sábado (4). “Respeitamos a ciência. Como são opiniões divergentes entre comitês científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O Comitê da prefeitura diz que pode. O do Estado diz que não. Então não pode. Vamos cancelar dessa forma a celebração oficial do réveillon do Rio”, afirmou Paes na ocasião.

Ao mesmo tempo, em entrevista à GloboNews, o prefeito do Rio afirmou que a cidade está pronta para receber turistas, mesmo sem festa de ano novo.

Cancelamento em diversas capitais

Diversas capitais do Brasil já anunciaram o cancelamento das celebrações de réveillon, com o objetivo de evitar um aumento no número de casos de covid-19 pelo país. É o caso de São Paulo, São Luís, Salvador e outros.

Cidades já preveem o cancelamento do carnaval, enquanto outros municípios ainda preferem esperar para tomar essa decisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos