Revelação do tênis consegue primeiro ponto no ranking da ATP em torneio na Grécia

·2 minuto de leitura

O Brasil é o país do futebol. Mas também pode se tornar de muitas outras modalidades, entre elas, o tênis. O esporte já presentou o país com nomes que marcaram gerações, não só de amantes da modalidade, mas que também encantaram o público em geral. Nomes como o tricampeão em Roland Garros Gustavo Kuerten inspiraram novas gerações.

Um desses atletas é João Victor Loureiro, natural de Belo Horizonte, mas que se mudou recentemente para Itajaí, em Santa Catarina, onde passou a realizar seus treinos. Com apenas 18 anos, a jovem promessa do tênis acaba de conquistar o primeiro ponto no ranking da ATP, após derrotar o tailandês Wishaya Trongcharoenchaikul por 2 sets a 1, pelo torneio de Heraklion, na Grécia.

— Estou muito feliz, essa é minha sexta semana na Europa, meu primeiro torneio profissional, não tive resultados tão bons no juvenil nas primeiras semanas, mas vinha trabalhando bem, nada disso tinha me abalado, pagando o preço, e uma hora as coisas vêm. Foi muito bom hoje, estou feliz pelo primeiro ponto, entrando no ranking da ATP pela primeira vez, mas ao mesmo tempo sei que há muita coisa a trabalhar — comemorou o jovem.

Treinando sete horas por dia, entre preparação física e parte técnica, o tenista revela que tem também como um dos ídolos no esporte o espanhol Rafael Nadal, ganhador de 20 Grand Slams e ex-número 1 do mundo. Loureiro conta que começou a jogar tênis quando tinha apenas cinco anos, influenciado pelo irmão, que já treinava a modalidade.

Além dele, o pai também foi um grande incentivador para o atleta, que chegou a praticar futsal e natação antes de descobrir o talento para o tênis. A jovem promessa avalia que vem amadurecendo muito com as competições que vem disputando, seguindo à risca toda a preparação adequada para o desenvolvimento profissional, como dieta e treinos.

— Eu tenho muito a evoluir. Preciso melhorar a minha concentração, para oscilar cada vez menos durante os jogos. E subir de nível, evoluir cada vez mais. E eu venho trabalhando isso com a minha equipe, também com psicólogo, treinadores, para estar sempre buscando essa evolução — conta o atleta da ADK Tennis.

Na última sexta, Loureiro acabou eliminado do torneio de Heraklion nas quartas de final, pelo atleta da casa Alexandros Skorilas, que vinha de vitória sobre um dos favoritos, o japonês Makoto Ochi. No entanto, ele revela que a oportunidade foi de muito aprendizado:

— Eu tento aproveitar ao máximo os treinamentos, para poder estar preparado para os torneios. Tenho toda uma equipe que é fundamental nessa preparação e que me ajuda muito a dar meu melhor e estar sempre preparado para os torneios. E eu tenho esse sonho de jogar entre os melhores, chegar aos Grand Slam, ir fazendo essa caminhada. E tentar, quem sabe, chegar ao top 10.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos