Ribeirão Preto decreta estado de calamidade pública

MARCELO TOLEDO

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo) decretou nesta segunda-feira (23) estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus.

O decreto do prefeito Duarte Nogueira (PSDB), válido a partir desta terça-feira (24), estabelece a suspensão de serviços públicos não essenciais até o dia 26 de abril. A cidade tem 8 casos da doença confirmados (5 dos quais aguardando contraprova) e 162 em investigação.

Conforme a decisão, estão suspensos serviços exceto órgãos e entidades de segurança pública e viária, saúde, assistência social, saneamento básico, zeladoria, comunicação, tecnologia da informação e processamento de dados.

A Transerp (gestora do trânsito) poderá readequar linhas e horários do transporte coletivo conforme a demanda. O atendimento presencial no comércio e prestadores de serviços está suspenso na cidade até 7 de abril.