Ricardo Nicolau critica corrupção e propõe transparência de gastos públicos no AM

Candidato ao governo criticou corrupção em entrevista à Rádio Rio Mar (Getty Images)
Candidato ao governo criticou corrupção em entrevista à Rádio Rio Mar

(Getty Images)

  • Ricardo Nicolau propôs projeto para aumentar a transparência dos gastos no AM;

  • Medida disciplina as entregas do estado e combate o superfaturamento;

  • Candidato também deu soluções para melhorar a saúde no estado.

Ricardo Nicolau, candidato do Solidariedade ao governo do Amazonas, criticou, nesta quinta-feira (8), a corrupção que “leva bilhões de reais para o ralo” e propôs aumentar a transparência dos gastos públicos do estado com um projeto de autoria própria.

“O projeto disciplina as entregas do estado. Para a empresa receber, ela precisa comprovar a entrega. E como comprova? Com a nota de entrada”, apontou, em entrevista à Rádio Rio Mar. Como exemplo, ele citou que uma companhia que vende cem mil canetas precisa mostrar que tem essa quantidade disponível. “Porque senão, como é que ele vende cem mil e só tem mil no estoque? Infelizmente, hoje acontece isso. O cara vende cem mil e entrega 20 mil. Veja o prejuízo que isso traz ao estado”.

O atual deputado estadual comentou que o projeto, não implementado pelo governo, “embora esteja aprovado” na Assembleia Legislativa (Aleam), também é capaz de identificar superfaturamento nas compras desde itens básicos até prioritários, como remédios. “Como é que se pode comprar por R$ 0,10 centavos e vender por R$ 1? Então você pode fazer o cruzamento para combater o superfaturamento e o mais importante: fazer com que se entregue todos os produtos”.

Saúde

Durante a entrevista, o candidato também lamentou a grande fila de espera por atendimentos, consultas, cirurgias e exames em Manaus e destacou que uma das medidas para acabar com esse cenário é monitorar a jornada de trabalho dos médicos. “Muitas vezes o médico tem que realizar, por exemplo, 16 consultas, mas só faz oito”, avaliou.

Outra proposta é a descentralização dos atendimentos, de forma a levar procedimentos e especialistas para o interior, ao passo que desincha a demanda na capital. A saída seria investir na criação de Centros de Atendimento de Saúde no interior (CAS).

Por fim, Nicolau também prometeu reabrir o Pronto-Socorro do Hospital Delphina Aziz, no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. Em entrevistas anteriores, ele já havia denunciado a falta que a estrutura faz para a população, que acaba lotando a UPA Campos Salles, em Tarumã.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: