Ricardo Teixeira x Estado do Rio: ex-dirigente diz que sofre cobrança ilegal

O ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, apresentou recurso contra uma ação de execução fiscal do Estado do Rio. É que Teixeira está entre os réus na cobrança de dívidas de ICMS, de R$ 14 mil, de uma empresa em que foi sócio, a City Port.

Segundo o ex-dirigente, à época do não pagamento dos impostos - junho e julho de 2010 -, seu nome não contava entre a lista de sócios do empreendimento. Os advogados de Teixeira pedem que a Justiça declare a ilegalidade da cobrança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos