Rio amplia imunização de professores e profissionais da Educação e vacina quem trabalha no Ensino Básico

·3 minuto de leitura

RIO — Às 8h03m desta quarta-feira, a professora Cristiane Dias, de 37 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 das mãos do secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, na Escola Municipal Barão de Itacurussá, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Na unidade, foi montado um posto temporário para a vacinação exclusiva de profissionais da Educação Básica do Rio de Janeiro, que acontece nesta quarta-feira, dia 9. Ao longo do dia, serão vacinados funcionários das redes pública e privada de 18 a 42 anos.

— Nem doeu, foi bem tranquilo. Foi um alívio. Agora posso retornar ao meu trabalho na (Escola Municipal) Almirante Barroso sem medo — disse Cristiane Dias.

O local opera com um estoque inicial de 500 doses de vacina, podendo, a depender da demanda, receber mais frascos do Centro Municipal de Saúde Heitor Beltrão, ao qual a unidade provisória é vinculada. A cerimônia também contou com a presença do secretário municipal de Saúde, Renan Ferreirinha.

O funcionário Alan Rocha, de 35 anos, que atua no setor de manutenção da Escola Ressurreição, na Tijuca, também foi vacinado hoje.

— Fico até emocionado. Amo muito essa vacina. Ela impede que muita gente morra. Meu recado é: quem puder se vacinar se vacine. É uma grande satisfação receber essa vacina hoje — diz.

Todos os profissionais de Educação das redes pública e privada poderão se vacinar contra a Covid-19 em 9 e 16 de junho, sendo o dia de hoje reservado a funcionários da Educação Básica (inclui educação infantil, creche, pré-escola, ensino fundamental e ensino médio). Poderão se imunizar professores, merendeiras e todas as pessoas que trabalham na área de Educação. Basta levar o último contracheque ou declaração da instituição ou rede ensino que comprove esta condição. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, nesta quarta-feira, depois de uma reunião com o prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Até esta semana, já foram vacinados os profissionais com 43 anos ou mais. E agora, nos dias 9 e 16 de junho, será a vez dos trabalhadores da Educação com idades entre 18 e 42 anos.

Calendário da Educação

O calendário de vacinação para trabalhadores da educação foi retomado na segunda-feira, dia 31, junto ao cronograma por idade, mas seguem um planejamento diferente. Até então, a partir dos 45 anos, eram destinados dois dias para cada idade. Agora, esses profissionais, de 18 a 42 anos, têm três datas, sendo uma delas de repescagem.

Hoje, quarta-feira, dia 9 de junho, serão imunizados aqueles que atuam na Educação Básica (creche, pré-escola, ensino fundamental e ensino médio).Na quarta seguinte, dia 16, receberão a vacina os trabalhadores de instituições de ensino superior, profissionalizante e outros trabalhadores da educação.No dia 23 de junho, será realizada a repescagem para esse grupo.

Para receber a primeira dose, os trabalhadores precisam apresentar um contracheque, ou declaração das instituições educacionais ou redes de ensino público ou privado da cidade do Rio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos