Rio apresenta mostra gratuita de filmes latinos premiados

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

A mostra de filmes latinos Visões Latinas está em cartaz no Centro Cultural da Justiça Federal até o próximo dia 13, reunindo longas-metragens de diversos países da América Latina, premiados em festivais nacionais e internacionais, além de curtas produzidos na região metropolitana do Rio de Janeiro. O evento é gratuito e conta também com rodas de conversas sobre os filmes e exposição pública na Cinelândia, região central da cidade.

De acordo com a coordenadora geral e diretora da mostra, Maggie Avolio, a Mostra Visões Latinas traz uma integração de filmes de prestígio internacional com curtas produzidos na região metropolitana do Rio, com abordagem de questões fundamentais da vida contemporânea, como racismo, ancestralidade, violência, feminismo, identidade, solidão, religiosidade, discriminação contra a população LGBTQIAP+. "O Centro Cultural Justiça Federal abre suas portas para receber uma mostra inédita e exclusivamente latina”, afirmou a coordenadora.

Notícias relacionadas:

A Mostra é uma realização da Empreender Projetos Culturais, por meio do Projeto Integra Rio, iniciativa da Secretaria Especial de Integração Metropolitana e prefeitura carioca.

Destaques

Entre os destaque da programação, estão marcos cinematográficos do cinema latino, como o filme chileno Uma Mulher Fantástica, dirigido por Sebastián Lelio, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro de 2017; o colombiano O Abraço da Serpente, dirigido por Ciro Guerra, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, em 2016; e o premiado Últimos Dias em Havana, longa cubano dirigido por Fernando Perez.

Na abertura do evento, no último dia 3, a mostra prestou homenagem póstuma ao professor, pesquisador, pensador e historiador da fotografia Mauricio Lissovsky, falecido precocemente em agosto deste ano, por meio da exibição de seu roteiro premiado e exibiu o longa A pessoa é para o que nasce. O diretor do filme, Roberto Berliner, comentou a história das três irmãs cegas que, como sustento, passaram boa parte de suas vidas cantando e tocando ganzá nas feiras de Campina Grande, no interior da Paraíba.

Mostra de filmes latinos no Rio
Mostra de filmes latinos no Rio
Cartaz do filme Nicinha Não Vem, de Muriel Alvez da mostra Visões Latinas - Mostra Visões Latinas/Divulgação

Programação

Hoje (5), às 16h, serão apresentados o curta-metragem Nicinha Não Vem, de Muriel Alves, e o longa-metragem A Pessoa é para o que Nasce, do Brasil. Amanhã (6), no mesmo horário, serão exibidos o curta Neguinho, de Marçal Viana, e o longa Pelo Malo, da Venezuela. No dia 10, com horário às 18h30, poderão ser vistos pelo público o curta Manhã de Domingo, de Bruno Ribeiro, e o longa Uma Mulher Fantástica, do Chile.

Seguem-se, no dia 11, às 18h30, as apresentações do curta Joãosinho da Gomea, o Rei do Candomblé, de Janaina Oliveira ReFem e Rodrigo Dutra, e o longa Últimos Dias em Havana, de Cuba. No sábado (12), às 16h, serão exibidos o curta Ladeira não é Rampa, de Antônio Ribeiro e Sandro Garcia, e o longa colombiano O Abraço da Serpente. No domingo (13), às 16h, será a vez do curta Cascudos, de Igor Barradas, seguido do longa Festa no Céu, do México.

O Centro Cultural Justiça Federal está localizado na Avenida Rio Branco, 241, centro do Rio de Janeiro. Há distribuição de senhas até 30 minutos antes das exibições, por ordem de chegada. O cinema tem capacidade para 56 lugares e está sujeito a lotação. À exceção dos filmes Festa do Céu e de Cascudo, para os quais a indicação é livre, a mostra tem classificação para 14 anos de idade.