Rio comemora Dia Internacional das Mulheres na Ciência

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O Centro Cultural Light abre nesta terça-feira (11) as comemorações do Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. A programação se estenderá até 6 de março e tem o objetivo de mostrar a meninas e jovens que o mundo da ciência está aberto para a mulher. A data foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e será lembrada no Brasil pelo segundo ano consecutivo. Nesse período, serão oferecidas duas atividades diárias no centro cultural.

“O campo da ciência fica muito direcionado para os homens. Queremos mostrar que existem grandes mulheres na história, com contribuições sensacionais para a ciência, que o universo é totalmente democrático e aberto para ambos os sexos”, disse hoje (10) o gerente do Instituto Light e do Centro Cultural, Luis Felipe Yunes do Amaral.

A programação prevê duas oficinas inéditas: Voando com as Estrelas e Explorando Águas. Na primeira, os  participantes vão construir foguetes de papel que serão "lançados no ar pelos planetas do sistema solar". Criado pelo setor educativo da Light, o projeto apresenta uma mecânica em que os participantes pisam, e o "foguete dispara”, informou Yunes.A segunda oficina mostrará a importância da água para a vida no planeta.

Na Aerogami, que volta este ano, serão montados aeromodelos de papel e se abordará a participação da mulher na história da aviação. Outra história é a da construção de um microscópio, instrumento relacionado à ciência.

As oficinas são gratuitas e funcionarão às 9h e às 13h para quem não marcou a visita. Visitas ao Museu Light de Energia podem ser marcadas no site da instituição para as 11h15 e 15h30 e são acompanhadas por monitores uniformizados. Segundo Amaral, visitas de grupos escolares têm de ser agendadas previamente. Ele informou que, no ano passado, 705 pessoas participaram das atividades da programação.

meninas_e_mulheres_na_ciencia_-_thalita_cardoso_1
meninas_e_mulheres_na_ciencia_-_thalita_cardoso_1

Painéis lembram participação da mulhar na ciência - Thalita Cardoso/Assessoria de Imprensa/Light

Nas salas educativas, onde são realizadas as oficinas, painéis destacam as realizações.

O museu inaugurado 28 de março de 2012 e conta com recursos do Programa de Eficiência Energética da Aneel.