Rio de Janeiro é o terceiro estado que mais criou empregos em 2021

Rio de Janeiro tem menor taxa de desemprego desde 2016, aponta levantamento. Foto: Getty Images.
Rio de Janeiro tem menor taxa de desemprego desde 2016, aponta levantamento. Foto: Getty Images.
  • Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que o Rio foi o terceiro estado que mais criou empregos no ano passado;

  • Na criação de postos de trabalho formal, o estado ficou atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais;

  • O estado tem a menor taxa de desemprego desde o último trimestre de 2016.

Levantamento do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que o Rio de Janeiro foi o terceiro estado que mais criou empregos em 2021, ficando atrás somente de São Paulo e Minas Gerais.

No período, foram gerados 184,389 postos de trabalho de carteira assinada, representando um aumento de 222,3% em comparação ao ano anterior, período mais duro da pandemia, quando houve um saldo negativo de -150.805 funções formais.

O estado atualmente tem a sua menor taxa de desemprego de o último trimestre de 2016, quando chegava a 12,6%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia também:

Durante o primeiro semestre deste ano, foram criados 104,144 postos de trabalho formal no Rio de Janeiro, ou seja, um crescimento de 55,32% em relação ao mesmo período de 2021.

Entre setembro de 2020 e junho de 2022, foram gerados 346.748 postos formais de trabalho com carteira assinada no Rio de Janeiro.

Um dos aspectos associados ao crescimento de empregos formais é a desburocratização, que permitiu trazer novas empresas e investimentos ao estado. Entre setembro de 2020 e julho de 2022, foram abertar 137.972 empresas no Rio de Janeiro.

*Com informações do O Dia.