Rio entra em estágio de atenção com risco de chuva forte; quatro cidades decretaram emergência no estado

·2 min de leitura

A cidade do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 16h55 desta terça-feira, com o registro de chuva forte a muito forte na Zona Norte. Há tendência de chuva forte na próxima hora nestas localidades. Até o momento, os prejuízos são maiores no interior do estado. Em apenas 24 horas, o número de desalojados e desabrigados mais que dobrou, segundo balanço da Defesa Civil do estado. Nesta terça-feira, havia 2,9 mil desalojados e 500 desabrigados. Na véspera, eram 1,2 mil desalojados e 300 desabrigados.

Nas redes sociais, internautas relataram como foi a chuva na cidade no Rio e em outros municípios. "Todo dia chuva. Já não aguento mais. Só penso nos moradores de rua, pessoas perdendo casas por causa da chuva. Poderia da um tempo de chuva. Desde o dia 30 chovendo", reclamou um deles.

"Sair da Penha foi complicado", disse outra usuária. "10 minutos dessa água toda e o Rio fica submerso", relatou outro perfil.

Em São Gonçalo, a chuva também foi intensa. Um internauta postou: "Um dilúvio em São Gonçalo".

Pelo menos quatro cidades já decretaram situação de emergência: Bom Jesus de Itabapoana, Natividade, Trajano de Moraes e Cachoeiras de Macacu. Segundo a Defesa Civil, os rios Muriaé, Pomba e Itabapoana transbordaram. Os principais municípios que enfrentam problemas são: Cantagalo, Cordeiro e Macuco. Mas há relatos de transtornos provocados pelas chuvas também nas cidades de Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Itaocara e São Fidélis.

Desde sábado passado, a Defesa Civil já recebeu mais de 300 chamados por causa das chuvas. Não há mortes confirmadas.

Em relação ao risco de chuvas fortes na capital, às 16h, a cidade já havia entrado em estágio de mobilização, segundo o Centro de Operações Rio. Pode haver chuvas de intensidade moderada a forte a partir desta noite. Nesse momento, núcleos de chuva que atuam nas regiões do Médio Paraíba, Sul-Fluminense e Baixada se deslocam em direção ao Rio. O prefeito Eduardo Paes está no Centro de Operações e acompanha o quadro da cidade.

Chove em diversos bairros do município. Segundo o Alerta Rio, os maiores índices em 15 minutos foram observados às 16h35, em Irajá (14 milímetros), Anchieta (13,2 milímetros) e Penha (12,8 milímetros). Até 17h, houve registro de 20 raios na cidade do Rio, segundo o SOS Raios.

Enquanto isso, no interior do Estado, problemas criados pelos temporais persistem em algumas rodovias. Desde a noite de segunda-feira, o tráfego está interrompido em um trecho da BR-116 para por causa de deslizamentos. Segundo a concessionária Rio-Teresópolis (CRT), o problema ocorreu no KM 84 (Vale da Revolta, Teresópolis). Por conta disso, o trânsito está sendo desviado por dentro do perímetro urbano de Teresópolis. No trecho da BR-116 entre o Rio e Teresópolis, o tráfego é normal, sem interdições nos dois sentidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos