Rio fecha 5,6 mil estabelecimentos por descumprir decreto de Covid-19

DIEGO GARCIA
***FOTO DE ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO,RJ - 26/3/2020 - CORONAVÍRUS - Terceiro dia de quarentena que determinou o fechamento do comércio no Rio. Av Passos, vazia e os comércios com as portas fechadas. (Foto: Tércio Teixeira/Folhapress)

SANTOS, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura do Rio de Janeiro informou nesta sexta-feira (1º) que fechou mais de cinco mil estabelecimentos comerciais que descumpriam decreto de combate à pandemia do novo coronavírus na cidade.

Ao todo, desde o dia 18 de março, a prefeitura fechou 5.671 estabelecimentos dos 8.271 visitados até esta quinta-feira (30).

Nesta sexta, feriado do Dia do Trabalho, a força-tarefa fiscalizou novas denúncias de funcionamento indevido do comércio em bairros da zonas sul, norte e oeste do Rio.

Até o momento, há mais de um mês e todos os dias, a prefeitura realizou 105 ações conjuntas coordenadas pela secretaria municipal de ordem pública.

Segundo a prefeitura, o objetivo da fiscalização é evitar a rápida propagação do vírus pela cidade.

Para ajudar no combate, um disque-aglomeração montado na cidade atendeu 3.886 denúncias até hoje pelos bairros da cidade, com base em chamados feitos à central 1746.

De acordo com o painel Rio Covid-19, a cidade soma 5,9 mil casos de infectados pelo novo coronavírus, com 535 óbitos em todo o município até a manhã desta sexta.