Rio ganha guia de mergulho e mostra que cidade encanta até debaixo d’água

Ludmilla de Lima
Livro exibe fotos e dados de cerca de 300 espécies

RIO - No fundo do mar, o Rio guarda valiosos tesouros. Um deles fica a mais de 15 metros de profundidade, na área das ilhas Rasa e Redonda: é uma “esponja-carioca” de cinco centímetros de diâmetro, chamada Latrunculia janeirensis, vista apenas por mergulhadores experientes e muito atentos. Endêmica do Rio de Janeiro, só foi descoberta há seis anos, e tem uma aparência bem curiosa: é uma bolotinha na cor verde-musgo. Uma joia que não podia ficar de fora do primeiro guia de mergulho do Rio de Janeiro.

Em fase de edição pelo Museu Nacional, ele é uma criação do Projeto Ilhas do Rio e tem por trás um time de 19 pesquisadores do Rio e de São Paulo. Com lançamento previsto para dezembro, o “Guia de Biodiversidade Marinha e Mergulho nas Ilhas do Rio” destaca dez pontos da nossa costa (incluindo dois naufrágios do século XIX), com informações sobre 300 espécies da fauna e flora marinhas.