Rio Grande do Norte registra terceiro dia com abalo sísmico nesta semana

Pela terceira vez nesta semana, o Rio Grande do Norte registrou abalos sísmicos na região litorânea do estado. Às 4h49 da manhã desta sexta-feira, estações sismográficas operadas pelo Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis) detectaram “um evento sísmico de magnitude preliminar calculada em 1.6”.

Amazônia: satélites registram 1.476 km² de desmatamento em julho

Meio ambiente: saiba como Pantanal ficou mais seco e muito mais ameaçado em 30 anos entre duas versões da novela

Segundo a instituição, esse é o primeiro evento registrado pela nova estação sismográfica, localizada no município de Touros. Ao longo desta semana, já haviam sido detectados abalos na última quarta-feira, às 3h03, com magnitude preliminar 2.0, e no dia 31 de julho, às 16h05, com magnitude preliminar calculada em 3.7.

Este segundo pôde ser sentido em diversas localidades do estado, incluindo a capital potiguar, Natal. O Laboratório Sismológico informou que “segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no estado do Rio Grande do Norte e também da região Nordeste do país”.

O epicentro dos tremores, no entanto, ocorreu no mar, o que torna menos provável que os efeitos possam ser sentidos no continente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos