Rio Innovation Week discute o potencial da cidade como polo tech e novas formas de crescimento digital em diversos setores

·3 min de leitura

RIO - Robozão, como o próprio diz, um robô gigante de três metros de altura que anda, fala, canta e dança, promete mostrar que o Rio pode, sim, ser uma cidade referência em tecnologia. É ele quem dá as boas-vindas aos visitantes do Rio Innovation Week, o maior evento de inovação da América Latina, que começa nesta quinta-feira, no Jockey Club.

Até domingo, 500 palestrantes, 1.200 start-ups e 190 expositores se dividem por 19 palcos discutindo formas de crescimento e expansão sustentável, networking, cenários no pós-pandemia em áreas como marketing, saúde, turismo, agronegócio, finanças e muito mais.

Entre os convidados, estão Richard Branson, fundador do grupo Virgin, e Steve Wozniak, cofundador da Apple. Os ingressos estão à venda no site sympla.com.br.

— É a Disneylândia da tecnologia e inovação, onde as pessoas podem receber conteúdo sobre transformação de aceleração digital e se divertir experimentando — diz Fábio Queiróz, presidente do conselho organizador e um dos idealizadores do evento.

Neste primeiro dia, um dos destaques é a mesa “Conexão Rio x Miami”, às 16h, que discute os desafios de transformar uma cidade num polo tecnológico com os prefeitos das duas metrópoles, Eduardo Paes e Francis Suarez.

— Outros lugares do Brasil já se tornaram centros de inovação, como Florianópolis e São Paulo. O evento se propõe a ser uma etapa do processo de tornar o Rio um grande hub de tecnologia, afinal temos um capital humano maravilhoso e as maiores faculdades do país aqui — diz Fábio, mediador da mesa.

O GLOBO, CBN e Valor Econômico são parceiros de mídia do evento, e a Editora Globo organiza a programação do Palco Conhecimento, com transmissão ao vivo pelos sites e redes sociais do GLOBO e Valor Econômico. Nesta quinta, há discussões sobre novas ferramentas digitais para a educação e os avanços da divulgação científica nesses anos de pandemia.

— No jornalismo, lidamos com inovação e novas tecnologias regularmente — avalia André Miranda, editor executivo de O GLOBO — Então montamos uma programação que reúna um pouco dos nossos debates internos e também do que consideramos urgente para a sociedade em diversas áreas, da política à saúde, da economia à cultura.

Conteúdo e diversão

Espalhados por 40 mil metros quadrados, há espaços exclusivos para discutir iniciativas na saúde (Health Tech), no turismo (Turistech Zone), varejo (Conecta), cultura (Pop & Tech) e diversos outros segmentos de impacto na cadeia social, todos com a presença de algum “amigo” do Robozão. Do robô que faz sorvete sozinho, aos drones e motos elétricas, a ideia é dar um spoiler do futuro, que não está tão longe assim.

Os destaques desta quinta no Rio Innovation Week

Conecta

Às 16h

Conexão Rio x Miami: O que as duas cidades vêm fazendo para entrar no mapa das novas Tech Hubs — com Eduardo Paes, prefeito do Rio, e Francisco Suarez, prefeito de Miami. Mediação de Fábio Queiróz, presidente do conselho organizador do RIW.

Palco Conhecimento

De 11h as 12h

As edtechs e as novas ferramentas digitais disponíveis para as escolas — com João Leal, CEO da Árvore Educação.

De 14h30 as 15h30

As fake news e os desafios de uma eleição transparente — com a cientista da computação Nina da Hora, o advogado e professor da UERJ Gustavo Binenbojm, e o sociólogo Marco Aurelio Ruediger, da DAPP/FGV.

De 17h30 as 18h30

Os avanços da divulgação da ciência após dois anos de Covid-19 — com a médica e pesquisadora Margareth Dalcomo, o presidente da Faperj, Jerson Lima, e a cientista Natalia Pasternak.

Health Tech

Às 11h20

Como acessar a Cannabis medicinal legalmente no Brasil — com Viviane Sedola, CEO e fundadora da Dr. Cannabis.

Turistech Zone

Às 15h10

Tendências globais em inovação e sustentabilidade no turismo — com Natalia Bayona, diretora de inovação da World Tourism Organization (UNWTO).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos