Rio promove mutirão para IPVA atrasado; desconto chega a 90%

Mutirão do Recupera IPVA é voltado para quem está com o imposto em atraso e oferecerá condições especiais de pagamento e orientação especializada de servidores em caso de dúvidas (Getty Creative)
Mutirão do Recupera IPVA é voltado para quem está com o imposto em atraso e oferecerá condições especiais de pagamento e orientação especializada de servidores em caso de dúvidas (Getty Creative)
  • Mutirão do Recupera IPVA será realizado na próxima terça, dia 8;

  • Recupera IPVA permite parcelar dívidas com o imposto, geradas até 30 de novembro de 2020, em até 24 parcelas, com descontos em juros e multas que podem chegar a 90%;

  • Interessados em participar do programa devem comparecer na sede do órgão e pegar uma senha.

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro anunciou que realizará, na próxima terça-feira, dia 8, o Mutirão do Recupera IPVA. O programa é voltado para quem está com o imposto em atraso e oferecerá condições especiais de pagamento e orientação especializada de servidores em caso de dúvidas.

De acordo com informações do jornal O Dia, "o Recupera IPVA permite parcelar dívidas com o imposto, geradas até 30 de novembro de 2020, em até 24 parcelas, com descontos em juros e multas que podem chegar a 90%. Quanto menor o número de prestações, maior o abatimento".

"Quem aderir ao parcelamento terá que abrir mão de eventuais processos administrativos e judiciais contestando o débito. O valor total da dívida de IPVA abrangida pelo programa é de cerca de R$ 520 milhões, concentrada principalmente na capital e nas cidades de Duque de Caxias, São Gonçalo, Nova Iguaçu e Niterói", diz a reportagem.

Os interessados devem comparecer na sede do órgão, que fica na Avenida Presidente Vargas, 670, 2º andar, Centro. O atendimento acontecerá no dia 8, das 9h às 17h, com distribuição de senhas até as 16h.

Valores maiores em São Paulo

Depois de subir 22,54% neste ano, o IPVA ficará novamente mais caro para veículos registrados em São Paulo. Apesar do calendário de pagamento e a tabela com os valores instituídos pela Secretaria da Fazenda e Planejamento do governo estadual ainda não ter sido divulgado, já é possível adiantar o reajuste que será realizado.

A alta nos preços dos veículos novos, seminovos e usados, impacta diretamente no valor a ser pago pelos proprietários para o governo. A movimentação seguiu o mesmo fluxo que o ano passado.

Em São Paulo, o imposto é calculado com base nos valores praticados em setembro do exercício anterior, compilados pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).