Rio recebe nesta sexta-feira primeiro lote de vacinas para crianças; quantidade é 6% do necessário para faixa etária

·2 min de leitura

RIO — O Rio de Janeiro recebe nesta sexta-feira as primeiras doses de vacina contra a Covid-19 para crianças. A previsão inicial era que os imunizantes da Pfizer chegassem ao Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) às 0h45. Porém, as 93.500 doses de vacina enviadas pelo Ministério da Saúde estão vindo via terrestre e devem ser recebidas pela Secretaria estadual de Saúde entre 9h e 10h, na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA), em Niterói. As doses serão utilizadas na imunização de crianças de 5 a 11 anos. Segundo a secretaria, esse público inclui 1.533.654 crianças em todo o estado. Logo, a quantidade recebida neste primeiro lote corresponde a apenas 6,09% do necessário.

— Na próxima semana, vamos completar um ano da imunização no Rio de Janeiro e mais de 75% da população com duas doses. A vacinação das crianças é, para nós, mais um marco histórico no combate à Covid-19. Como fizemos desde o início, vamos manter a logística de realizar a entrega das vacinas para os 92 municípios em até 48 horas — assegurou o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

Pelo menos quatro municípios devem buscar as respectivas doses ainda nesta sexta no centro de distribuição: Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e Maricá. O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, já destacou que a capital fluminense tem um público de 560 mil crianças entre 5 e 11 anos. Ele espera uma adesão de 90% na vacinação.

— A vacinação é fundamental na proteção contra a Ômicron, que se dissemina mais rápido também em crianças. A expectativa era vacinar todas elas em janeiro, mas o Ministério da Saúde não terá doses para isso. Então nós tivemos que escalonar em algumas semanas. Se a pasta conseguir antecipar as entregas, certamente vamos antecipar esse calendário montado com base no cronograma de recebimento — declarou o secretário, na última semana.

Para as demais regiões do estado, os imunizantes serão entregues no sábado (15) por aeronaves, vans e caminhões.A previsão é que, a partir desta segunda-feira, dia 17, todos os municípios possam dar início à vacinação.A recomendação da secretaria estadual é que sejam vacinadas, primeiro, crianças com comorbidades e indígenas, seguidas das faixas etárias do mais velho ao mais novo. No entanto, aqui na capital, a ordem seguirá a faixa etária.

Rio_14/03/2022

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos