Rio registra a maior fila por UTI de toda a pandemia

Felipe Grinberg
·2 minuto de leitura

RIO — Dados do governo do estado mostram que o Rio registrou nesta terçaa-feira a maior fila de pacientes aguardando leitos de UTI de toda a pandemia. Números divulgados pela secretaria estadual de saúde mostram que 528 pessoas aguardam uma vaga de terapia intensiva em todo o Rio. Nesta segunda, foi registrada a terceira maior fila por leito de terapia intensiva no Rio.

Nem na segunda onda que atingiu o estado no fim do ano de 2020, o estado chegou próximo de ultrapassar as filas de UTI registradas em maio do ano passado. A fila por um leito de UTI vem crescendo dia após dia no estado do Rio. Há 10 dias eram apenas 130 pessoas aguardando uma vaga de CTI, o que representa um aumento de 306%. Se somados com os leitos de enfermaria, 745 pacientes aguardam transferência., o maior número desde 14 de maio de 2020

Maiores fila por leito de UTI no Rio

23 de março de 2021 - 52809 de maio de 2020 - 51022 de março de 2021 - 49310 de maio de 2020 - 46221 de março de 2021 - 445

Os comitês científicos do Rio e de Niterói recomendaram o fechamento total de todas as atividades não essenciais nas duas cidades para conter a pandemia do novo coronavírus, informou o telejornal RJTV. Essas recomendações devem ser atendidas. Na manhã desta segunda-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e de Niterói, Axel Grael, se reuniram com especialistas para definirem em conjunto novas medidas restritivas contra a Covid-19, que serão anunciadas esta tarde. Em uma rede social, Paes publicou uma foto do encontro e escreveu: "Reunião dos comitês científicos do Rio e Niterói nesse momento com a presença do prefeito Axel Grael. Aqui ninguém toma decisão de 'orelhada' ou por achismos".

Fila por leitos de UTI nos últimos 10 dias:

23 de março: 52822 de março: 49321 de março: 44520 de março: 38119 de março: 337618 de mrço: 27817 de março: 27616 de março: 25715 de março: 17114 de março 130

Procurada, a secretaria estadual de saúde não informou quantos pacientes aguardam há mais de 24 horas por um leito de UTI ou a média de tempo que cada um aguarda transferência. Segundo o painel do estado, a mediana está em 15 horas para UTI e 7,5 horas para leitos de enfermaria.