Rio retoma vacinação contra Covid-19 na 6ª após paralisação causada por falta de doses

·1 min de leitura
Profissional de saúde aplica vacina contra Covid-19 em pessoa em situação de rua no centro do Rio de Janeiro

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A vacinação contra Covid-19 no Rio de Janeiro, que havia sido paralisada por causa da falta de doses de imunizantes, será retomada na sexta-feira após a chegada de novas remessas de vacinas, disse nesta quinta-feira o secretario municipal de Saúde, Daniel Soranz

Nas últimas horas chegaram duas remessas de vacinas ao Estado, sendo uma de cerca de 100 mil doses e uma segunda de aproximadamente 400 mil.

A capital fluminense ficou com quase 38 mil doses do primeiro lote e cerca de 150 mil da segunda remessa feita pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

"Com certeza vamos retomar (na sexta)", disse o secretário à Reuters.

Por falta de doses, o Rio parou a campanha de vacinação na quarta e nesta quinta.

Como a capital vacina mais de 80 mil pessoas por dia, os novos envios garantem a retomada somente na sexta e no sábado, mas há previsão de novas remessas.

"Novas remessas devem chegar na sexta ou sábado. Mas a vacinação esta garantida na sexta e no sábado", disse o secretário.

O calendário de vacinação na cidade do Rio prevê que todos os adultos já terão recebido a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 neste mês. Após isso, será iniciada a imunização de adolescentes. Cerca de 84% da população do Rio já tomou uma dose de vacina e 38,5% completou o ciclo vacinal.

A aceleração na vacinação é considerada fundamental no Rio, devido à grande presença da variante Delta, mais transmissível, nos casos identificados na cidade.

A secretaria municipal de Saúde tem cobrado mais agilidade do PNI na entrega de vacinas e reclama que o Ministério da Saúde mantém milhões de doses paradas em estoque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos