Rio tem madrugada com 8,7 graus, a mais baixa em 10 anos

·2 minuto de leitura

RIO — A frente fria que passou pelo Rio trouxe temperaturas mais baixas e recordes para a cidade. Na madrugada desta quinta-feira, a primeira de julho, a mínima de 8,7 graus registrada na estação da Vila Militar pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) não só foi a mais baixa do ano como a menor nos últimos dez. Este mesmo valor foi registrado em 13 de junho de 2016, mas apenas em 2011 foi mais baixo. A tendência para a semana é que o termômetro volte a subir, mas o frio ainda continua, como a máxima de 22 graus prevista para esta quinta-feira, de acordo com o Clima Tempo.

Passeio:Baleia quase vira barco na Baía de Guanabara, e biólogo diz que presença do animal 'mostra que o ecossistema ainda está vivo'

A tarde desta quarta-feira foi a mais fria do ano na cidade do Rio, com máxima de 19,3 graus na estação da Marambaia (INMET). O dia foi gelado também fora da capital, como no Parque Nacional do Itatiaia, na Serra da Mantiqueira, no Sul do estado, amanheceu com os termômetros negativos ontem. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura chegou a 4 graus negativos por volta das 10h. Já os termômetros do próprio parque registraram 4,8 graus negativos durante a manhã, de acordo com a direção do local.

De acordo com o Clima Tempo, a tendência é que o frio da madrugada diminua nos próximos dias. As tardes também serão menos frias e não há mais chance para novos recordes para a cidade. Até o início da próxima semana não há previsão de chuva.

Amanhã, sexta-feira, a previsão é de mínima de 12 graus e máxima de 24 graus. Já no sábado, a mínima deve ficar em 11 graus e a máxima em 26 graus. O domingo aquece um pouco, com temperatura entre 13 graus e 24 graus. A previsão é a mesma para a segunda-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos