Rio terá esquema especial de transporte e segurança no segundo turno

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Neste domingo (30), segundo turno das eleições, cerca de 5 milhões de eleitores deverão votar nos 1,4 mil locais de votação da cidade do Rio de Janeiro. Os governos estadual e municipal anunciaram esquemas especiais de segurança e de funcionamento dos transportes públicos para garantir o acesso aos locais de votação.

A Prefeitura do Rio de Janeiro informou que, entre 6h e 20h, não haverá cobrança de passagens nos ônibus comuns e no sistema de ônibus de trânsito rápido (BRT). A frota de articulados do sistema BRT vai operar como nos dias úteis.

Notícias relacionadas:

Os serviços eventuais SE01 (Santa Cruz x Alvorada), SE02 (Mato Alto x Alvorada), SE03 (Pingo D'Água x Alvorada), SE05 (Madureira x Alvorada) e SE06 (Penha x Alvorada) vão circular entre 7h e 18h. Todas as estações e terminais estarão em funcionamento, exceto a estação Novo Leblon, na Barra da Tijuca, devido às obras de substituição do piso da pista exclusiva do BRT.

O MetrôRio informou que o funcionamento do sistema metroviário será nos horários regulares de operação, como de praxe. Neste domingo, as estações funcionam das 7h às 23h. A transferência entre as linhas 1 e 2 será feita na estação Estácio. Já as linhas do Metrô na Superfície (Antero de Quental/Leblon - Gávea e Botafogo/Coca-Cola – Gávea) vão operar das 7h às 22h30.

O funcionamento dos trens da SuperVia seguirá de acordo com a grade horária de domingos/feriados programada para cada ramal. Os passageiros podem se programar consultando os horários na ferramenta "Planeje Sua Viagem" no site e no aplicativo da concessionária ou, em caso de dúvidas, podem contatar a Central de Atendimento pelo número 0800 726 9494.

As linhas 1, 2 e 3 do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Carioca terão funcionamento normal neste domingo. Com operação das 6h à meia-noite, os intervalos vão variar de 10 a 20 minutos no período. Usuários que precisarem se programar podem consultar o trajeto e próximas viagens no aplicativo VLT Carioca (mapa e horários) ou no site do VLT (chegadas e partidas).

Segurança

A Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro vai empregar extraordinariamente cerca de 17 mil agentes para atuar no patrulhamento de vias públicas, locais de votação, escolta das urnas e segurança de prédios que vão abrigar as instituições responsáveis pelo pleito eleitoral. O planejamento prevê policiamento dos 4.844 locais de votação a cargo dos batalhões operacionais de área.

O plano especial para as eleições teve início às 8h de sábado (29) e se estende até a noite deste domingo. A missão dos policiais militares começa com a escolta para o transporte das urnas às seções eleitorais, segurança dos locais de votação antes, durante e depois do pleito, e acompanhamento para o retorno das urnas ao Tribuna Regional Eleitoral (TRE-RJ).

Em 85 locais de votação, considerados sensíveis, o transporte das urnas será feito com a utilização dos veículos blindados da corporação.

O Grupamento Aeromóvel disponibilizará quatro aeronaves, que sobrevoarão e gerarão imagens em tempo real para a central de monitoramento instalada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que, por sua vez, estará interligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília, e ao TRE-RJ.

A exemplo do que ocorreu no primeiro turno das eleições, no segundo turno as Forças Armadas colaborarão com a segurança e a logística do pleito. Aproximadamente 9 mil militares, 600 veículos, 30 blindados, oito embarcações e três helicópteros das Forças Armadas estarão em condições de serem empregados em todos os 92 municípios do Rio de Janeiro, segundo o Comando Conjunto Leste.

Esquema de limpeza

A Comlurb montou esquema de limpeza para o segundo turno com um total de 2.007 garis e 263 agentes de limpeza urbana, que vão trabalhar antes, durante e após o pleito no entorno de todas as seções eleitorais das 46 zonas eleitorais da cidade do Rio.

O planejamento operacional prevê a presença de 887 garis a partir das 6h. O segundo grupo, de 1.120 garis, começa o serviço a partir das 17h e estará nas ruas até que todos os pontos estejam limpos.

As equipes da Comlurb removeram 128,2 toneladas de resíduos das ruas durante o primeiro turno da eleição na cidade do Rio.

Além do serviço de limpeza, a Comlurb, assim como fez no primeiro turno, disponibilizou garis para auxiliar no transporte e colocação das urnas eletrônicas nas 46 zonas eleitorais da capital fluminense ontem, véspera do segundo turno do pleito.

O trabalho é feito a pedido da Justiça Eleitoral e com base em termo de cooperação assinado com o TRE. As equipes também farão o recolhimento das urnas eletrônicas depois de encerrada a votação neste domingo. Todos os garis que vão participar desse trabalho assistiram a um vídeo-treinamento com informações sobre a forma adequada de transportar as urnas. Todo o serviço é realizado sob orientação de técnicos da Justiça Eleitoral e agentes da Polícia Militar.