Rio vacina 4.429 profissionais de educação no primeiro dia de imunização do grupo

Gabriel Sabóia
·2 minuto de leitura

RIO — A Prefeitura do Rio informou que 4.429 profissionais de educação foram imunizados ao longo do dia contra a Covid-19. A vacinação desse grupo prioritário começou neste sábado, dia 17, e é voltada a quem trabalha na educação básica das redes estadual e municipal, além de unidades federais. Os primeiros imunizados foram os profissionais em atividade que têm 55 anos ou mais. No próximo sábado, a campanha será destinada aos profissionais com 50 anos ou mais.

Também puderam se vacinar hoje idosos com 62 anos ou mais, profissionais de saúde a partir de 50 anos, e quem já estava agendado para tomar a segunda dose. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 1.226.127 já receberam a primeira dose da vacina. Desse total, 327.839 pessoas já receberam a segunda dose.

Outro grupo prioritário, os profissionais da saúde correspondem a 205.375 vacinados. No entanto, mais da metade deles segue esperando por mais uma dose da vacina. De acordo com a Prefeitura, 96.270 profissionais já cumpriram as duas etapas da imunização.

Expectativa alta para os profissionais da educação

A vacinação dos profissionais da educação seguirá sendo feitas nos postos da cidade, como Clínicas da Família e Policlínicas e, para garantir a imunização, é preciso levar os dois últimos contracheques e documento de identificação com foto. Segundo o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, a expectativa é de que, até a próxima semana, de 20 a 30 mil funcionários sejam vacinados.

— Esse é um momento especial, uma grande vitória para a educação e uma conquista após meses de trabalho. Fazer dos profissionais da educação uma prioridade na vacinação é uma luta nossa de meses. Estamos trabalhando para que, ainda em abril, consigamos expandir a imunização aos profissionais da rede privada, da educação superior e a todas as idades — estima o secretário.

O secretário Ferreirinha publicou um vídeo, na tarde de hoje nas redes sociais, esclareceu que todos os profissionais de escolas particulares também estão no grupo prioritário de vacinação:

— A previsão é de começar a vaciná-los (os profissionais da rede privada) ainda este mês, em abril. O que conseguimos, para este fim de semana e para o próximo, foi antecipar o começo da vacinação para os profissionais de escolas públicas. Se chegarem mais vacinas, podem ter certeza que vamos lutar para antecipar ainda mais para todos.

Terceirizados

Funcionários terceirizados, cujos contracheques muitas vezes não mostram o vínculo com a escola, deverão apresentar o contracheque comum, com o nome e o CNPJ da empresa contratante, e uma declaração da direção da escola que ateste que o vacinante trabalha no local.

Na declaração, deverão constar o CNPJ e os demais dados de identificação da instituição de ensino.

Da mesma forma, funcionários de institutos profissionalizantes, como restaurantes-escola, deverão apresentar declaração de suas instituições, com o CNPJ e os demais dados de identificação do estabelecimento.