Rio vai começar a vacinar crianças no dia 17; veja o calendário

·3 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.03.2020 - Still de mão segurando uma seringa para vacina. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.03.2020 - Still de mão segurando uma seringa para vacina. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou nesta quinta-feira (6) o calendário de vacinação das crianças de 5 a 11 anos. Os jovens começarão a tomar os imunizantes a partir do dia 17 deste mês e a previsão é de que esse público-alvo tenha tomado a primeira dose até o dia 9 de fevereiro.

A campanha será dividida por sexo e começa com a vacinação das meninas de 11 anos até chegar aos meninos de 5 anos no dia 8 de fevereiro. Já no dia 9 haverá repescagem para quem perdeu a imunização.

A prefeitura estima que 560 mil crianças sejam vacinadas com o imunizante da Pfizer, o único autorizado até momento para esse público.

Nesta quarta-feira (5), o Ministério da Saúde anunciou que crianças de 5 a 11 anos receberão a vacina sem a necessidade de apresentar prescrição médica.

A ideia havia sido apresentada pelo ministério depois que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o imunizante para as crianças, no dia 16 de dezembro. Especialistas, porém, consideraram que a proposta estimula a hesitação vacinal e restringe o acesso às vacinas.

O governo decidiu então submeter a ideia a uma consulta popular que contou a participação de cerca de 100 mil pessoas. A maioria das pessoas se posicionou contra a medida.

A prefeitura do Rio divulga o calendário de vacinação das crianças em meio ao aumento de infecções pela Covid-19 na capital fluminense. A taxa de testes positivos para a doença estava em 13% na última semana e saltou para 41% nesta semana. Em meados de dezembro, esse percentual estava em 1%.

O total de casos de Covid confirmados por data de início dos sintomas também teve um salto. A média móvel aumentou de 20 casos em dezembro para 720 na segunda-feira (3). Especialistas atribuem esse cenário à variante ômicron.

O secretário de Saúde da capital, Daniel Soranz, afirmou que, com a vacinação, a expectativa é que esse crescimento de casos não se reflita no aumento das internações e de óbitos. O secretário disse, ainda, que não existe mais epidemia de gripe na cidade.

Em razão do aumento de casos, o prefeito Eduardo Paes (PSD) decidiu cancelar na terça-feira (4) o Carnaval de rua da cidade. O desfile na Sapucaí, porém, segue confirmado até o momento.

São Paulo também vive um aumento de casos de Covid. O hospital HCor, de SP, registrou na terça-feira (4) o maior volume de atendimentos no pronto-socorro de sua história. De 388 pacientes que buscaram ajuda, 252 tinham quadro de síndrome gripal.

O HCor ainda registrou salto de 175% no número de pacientes internados com Covid na última semana. Ele passou de oito para 22 doentes.

Em meio ao aumento de casos, o governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (5) a existência de um plano de vacinação para todas as crianças de cinco a 11 anos em três semanas. Segundo o governo, o plano prevê a vacinação de 250 mil crianças por dia.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

17 de janeiro - meninas de 11 anos

18 de janeiro - meninos de 11 anos

19 de janeiro - repescagem

20 de janeiro - meninas de 10 anos

21 de janeiro - meninos de 10 anos

22 de janeiro - repescagem

24 de janeiro - meninas de 9 anos

25 de janeiro - meninos de 9 anos

26 de janeiro - repescagem

27 de janeiro - meninas de 8 anos

28 de janeiro - meninos de 8 anos

29 de janeiro - repescagem

31 de janeiro - meninas de 7 anos

1º de fevereiro - meninos de 7 anos

2 de fevereiro - repescagem

3 de fevereiro - meninas de 6 anos

4 de fevereiro - meninos de 6 anos

5 de fevereiro - repescagem

7 de fevereiro - meninas de 5 anos

8 de fevereiro - meninos de 5 anos

9 de fevereiro - repescagem

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos