Rio zera internações por Covid nos hospitais municipais

·2 min de leitura
Health worker with his personal protection equipment in the intensive cares area of a hospital in Rio de Janeiro, Brazil on May 27, 2021. The Country confirms more than 2,245 deaths by covid-19 and the total reaches 456,674, deaths. The Ministry of Health confirmed on May 27, 202 another 2,245 victims of covid-19 in Brazil, bringing the total number of deaths to 456,674, in addition to 67,467 new cases in 24 hours. Now, the number of confirmed diagnoses is 16,342,162.
14,786,292 people recovered and 1,099,196 in follow-up Covid-19: Indian strain threatens to make the third wave worse.
Ministry says it is concerned with the inversion of the infection curve by covid-19, which again showed growth, putting pressure on the health system. To make the situation worse, there are already seven registered cases of the new coronavirus variant coming from abroad.
 (Photo by Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images)
Área de hospital no Rio de Janeiro dedicada a Covid-19 (Foto: Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images)
  • Nenhum paciente está internado nos hospitais municipais do Rio de Janeiro por covid-19

  • A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde da capital fluminense

  • O prefeito do Rio, Eduardo Paes, comemorou a notícia em sua rede social

Nenhum paciente está internado nos hospitais municipais do Rio de Janeiro por covid-19, informou a Secretaria de Saúde da capital fluminense neste sábado (20), em sua rede social.

"A ciência está vencendo na cidade do Rio de Janeiro. Neste exato momento, é zero o número de internação por covid-19 nos hospitais municipais do SUS na cidade do Rio. Sim, é isso mesmo que você leu: não tem ninguém internado por covid nos hospitais da prefeitura na nossa cidade", informou o órgão público no Twitter.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), comemorou a notícia em sua rede social.

Neste sábado (20), o Rio realiza o Dia D de vacinação da covid para aqueles que ainda não tomaram a segunda dose do imunizante.

Pela primeira vez desde os meses iniciais da pandemia, a covid não é a maior causa de mortes no Brasil. O dado foi divulgado pelo UOL após levantamento feito junto à Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil).

Os números são referentes a registros realizados em cartórios na segunda quinzena de outubro e foram obtidos no portal de transparência da Arpen Brasil.

Entre os dias 16 e 31 do mês passado, o país registrou 3.605 mortes causadas pela Covid-19, número inferior aos óbitos resultantes de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs), infarto e problemas cardíacos. O ranking deste período ficou assim:

  • AVC - 4.220 óbitos

  • Infarto - 4.176

  • Causas cardíacas inespecíficas - 4.107

  • Covid-19 - 3.605

Esta é a primeira vez desde o fim de abril do ano passado que o coronavírus não é o maior causador de mortes em território brasileiro. Vale lembrar que a pandemia havia chegado ao país apenas um mês antes, em março.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos