Risco de interrupção das missões de paz da ONU por falta de acordo de orçamento

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Crianças no Afeganistão

Os 193 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) não estão de acordo sobre o orçamento para as operações de paz, que expira em 30 de junho, o que poderia levar a "um congelamento de todas as missões", informaram fontes diplomáticas nesta segunda-feira (28).

A falta de acordo deve-se particularmente à China e aos países africanos, que multiplicaram os pedidos de última hora. O orçamento das operações de manutenção da paz (cerca de 20 em todo o mundo) chega a cerca de 6,5 bilhões de dólares e cobre um período de 12 meses, que começa em julho de cada ano.

Stéphane Dujarric, porta-voz da ONU, disse à AFP que as missões de paz foram alertadas sobre a situação e que foram solicitadas a preparar planos caso suas tarefas sejam interrompidas.

"Esperamos que (os Estados-membros) cheguem a um acordo rapidamente" porque, se não for assim, as missões de paz não poderão cobrir as despesas a partir de 1º de julho, destacou.

Nesse caso, a secretaria-geral da ONU só poderá se comprometer com gastos para a segurança das equipes civil e militar mobilizadas nas operações de paz, afirmou.

Isso "limitaria a capacidade das missões de implementarem seu mandato, incluindo, por exemplo, o apoio aos países anfitriões na resposta à covid-19 e à proteção de civis, entre outras coisas", disse Dujarric.

prh/dax/mps/dga/yow/mps/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos