Rivellino agradece ao Fluminense por ser o 4º maior ídolo: 'Me chamavam até de Rei'

Marcello Neves
1 / 2

35631365_ES Exclusivo Rio de Janeiro RJ 08-12-2010 coluna A Pelada como ela é - Rivellino FOTO.jpg

Rivellino é frequentemente considerado um dos melhores jogadores da história do futebol. Não à toa, foi destaque no Corinthians nos anos 60, mas foi no Fluminense onde encontrou um lugar para chamar de casa. Eleito o 4º maior ídolo da hstória tricolor em votação feita pelo Globo/Extra, o eterno Principe das Laranjeiras se diz honrado e agradeceu ao clube pela homenagem.

— Só de estar incluso nessa lista é uma honra. É um clube que marcou a minha vida em um momento difícil. Foram quatro anos e, na época, montamos uma equipe maravilhosa. Me sinto muito honrado - conta Rivellino, que atualmente é comentarista esportivo.

'IDENTIFICAÇÃO': Fred escreve depoimento ao ser eleito o 2º maior ídolo

Rivellino era o principal nome da Máquina Tricolor, equipe histórica do Fluminense nos anos 70, e colheu os frutos disso. Além de títulos, chegou a receber propostas do Real Madrid e foi chamado de Rei enquanto esteve nas Laranjeiras. Mas, o momento mais marcante para ele foi o gol contra o Vasco, originado de um "drible elástico .

— Tive um momento jogando o Torneio de Paris, que me chamaram de Rei. Até o Real Madrid me mandou uma proposta na época. Mas, o que até hoje todos lembram, o elástico contra o Vasco, foi um dos gols mais bonitos da minha vida pela sequência do lance. Foram vários momentos marcantes com o Fluminense — completou.

O GLOBO/Extra convocou 30 jornalistas, divididos em diferentes idades, áreas de atuação e gerações para eleger os 30 maiores ídolos da história do Fluminense. O ranking foi definido através dos nomes que receberam as maiores pontuações. Toda segunda-feira será revelado o Top-30 de maiores ídolos dos clubes do Rio de Janeiro, seguindo a lista com Vasco e Botafogo, sucessivamente.