RM, do BTS, fala sobre continuidade do grupo após anúncio de integrantes focarem em carreira solo: 'Este não é o fim'

RM, líder do BTS, publicou um texto no Weverse, aplicativo de interação com fãs, sobre a enorme repercussão que a live do grupo desta terça-feira teve na web. Diante de uma interpretação equivocada de que os integrantes poderiam se separar, as ações da Hybe — conglomerado do qual faz parte a Big Hit Music, agência que gerencia o grupo — despencaram nesta quarta-feira, registrando uma queda de 28% e atingindo seu pior patamar desde que abriu capital em outubro de 2020, o que correspondeu a uma perda de US$ 1,7 bilhão, segundo a Bloomberg.

"A mensagem que realmente queríamos transmitir era — assim como o título da música 'Yet to Come' — que este não é o fim", escreveu RM. "O que eu quero dizer é que não escondemos a verdade dizendo que 2 é 1. Dissemos que 1 é 1 e só queríamos compartilhar nossos pensamentos honestos com coragem e lágrimas. Eu acredito e não tenho dúvidas de que os ARMYs [como os fãs do BTS são chamados] nos entenderiam".

O rapper disse que nunca tinha recebido tantas mensagens e ligações desde que estreou no BTS, em 13 de junho de 2013, como aconteceu nesta quarta-feira depois da repercussão do vídeo.

"Vendo os prints e as manchetes dos artigos que me foram enviados, havia muitas palavras-chave provocativas e enviesadas, como 'disband', 'anúncio de encerramento das promoções' etc...", afirmou.

A Big Hit Music também se pronunciou sobre o episódio, dizendo à imprensa sul-coreana que ainda haverá atividades em grupo.

Questionada pelo EXTRA, a gravadora disse por e-mail que "eles não estão em hiato, mas terão tempo para explorar alguns projetos solo neste momento e permanecerão ativos em vários formatos diferentes".

Leia abaixo a postagem de RM:

"Recebi o maior número de contatos desde que debutei depois que o vídeo foi ao ar. Vendo os prints e as manchetes dos artigos que me foram enviados, havia muitas palavras-chave provocativas e enviesadas, como 'disband', 'anúncio de encerramento das promoções' etc...

Não é como se eu não soubesse que isso aconteceria ou não estivesse preparado para isso acontecer, mas ainda é muito amargo. Não é como se esperássemos que todos deixassem suas opiniões depois de assistirem nosso vídeo completo... mas o 'BTS Dinner' é um formato de conteúdo ocasional que foi ao ar pelo 13 de junho, que foi uma data significativa. Foi um vídeo dedicado a todos os ARMYs que estão conosco há nove anos.

Já era hora de declarar nossos verdadeiros sentimentos aos fãs que se conectaram conosco. As pessoas que viram o vídeo saberiam, mas a mensagem que realmente queríamos transmitir era — assim como o título da música 'Yet to Come' — que este não é o fim.

O que eu quero dizer é que não escondemos a verdade dizendo que 2 é 1. Dissemos que 1 é 1 e só queríamos compartilhar nossos pensamentos honestos com coragem e lágrimas. Eu acredito e não tenho dúvidas de que os ARMYs nos entenderiam. O que dissemos no vídeo é tudo. Jungkook e V explicaram bem, mas sempre falamos abertamente sobre o futuro a longo prazo do BTS.

Quero agradecer a todos que nos apoiaram com suporte, amor e energia, seja de longe ou de perto. Vamos nos esforçar para mostrar nosso lado bom, seja por meio de atividades em grupo ou individuais

Obrigado".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos