Roberto Carlos minimiza repercussão de xingamento para fãs: 'Coisa atípica'

O cantor Roberto Carlos recebeu de seu assessor, nesta sexta-feira (15), um compilado com parte da repercussão de sua reação à histeria da plateia num show que ele fez, na última quarta-feira (13), no Rio de Janeiro. Na ocasião, o artista ordenou, com xingamentos, que um espectador fizesse silêncio enquanto cantava "Como é grande o meu amor por você": "Cala a boca, caralh*, porra", bradou o Rei, em vídeo que viralizou nas redes sociais(veja abaixo).

Roberto Carlos não demonstrou preocupação com a repercussão da situação. De acordo com o assessor, ele reconheceu que a atitude "foi uma coisa atípica". O show para 3.500 pessoas, que havia sido cancelado por duas vezes — devido à pandemia e, posteriormente, por conta de o artista ter sido infectado com Covid —, foi marcado por manifestações exaltadas da plateia, o que o desconcentrou.

Roberto direcionou o xingamento para um homem, na primeira fileira, que berrou ao longo de todo o show, dizendo que sua mãe queria casar com ele. "Minha mãe quer casar contigo", repetiu o fã, inúmeras vezes, atrapalhando quem estava ao redor.

Durante a apresentação, fãs que estavam em poltronas mais distantes do palco deram um jeito de perambular entre a primeira fileira para tentar presentar o Rei com mimos. O artista se incomodou especialmente com uma fã que circulava com um urso de pelúcia gigante, tapando a visão dos demais espectadores.

— Tudo o que Roberto faz gera auê. Mandei tudo o que saiu na mídia e na internet a respeito desse assunto. Roberto viu e não fez comentários. Foi mesmo uma coisa atípica — reforça o assessor do artista, ao GLOBO. — O que realmente o incomodou foi o fato de os fãs estarem atrapalhando o show.

Disputa por rosas

Como é praxe, Roberto Carlos distribui rosas ao fim de todos os shows que faz. Em sua atual turnê, a música que encerra o repertório é "Jesus Cristo". Quando o artista começa a cantar "Como é grande o meu amor por você", penúltima canção do show, parte da plateia já se direciona para a beira do palco para conseguir pegar uma flor do ídolo.

Acontece, porém, que o cantor fez uma pequena alteração no roteiro da apresentação, justamente para incluir "Cavalgada" no repertório. E os fãs acreditaram que a distribuição de rosas aconteceria em outro momento. Com a aglomeração, Roberto pediu para as pessoas fazerem silêncio, para que ele conseguisse prosseguir com o número. "Vocês levantaram antes da hora", bradou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos