'Em nome de Bob Jeff, levarei meu fuzil', diz aluno do Mackenzie, que suspende aulas

Roberto Jefferson, ex-deputado bolsonarista, foi preso no último domingo (23) após atirar e jogar granadas em agentes da PF -Foto: Andressa Anholete/Getty Images
Roberto Jefferson, ex-deputado bolsonarista, foi preso no último domingo (23) após atirar e jogar granadas em agentes da PF -Foto: Andressa Anholete/Getty Images

Estudantes da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, trocaram mensagens em um grupo de WhatsApp dizendo que vão agir com violência contra alunos da mesma instituição que farão ato, nesta sexta (28), em prol da eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Em nome de Bob Jeff [Roberto Jefferson], levarei meu fuzil", diz um deles. Outro escreve: "Quem derrubar mais petista, eu pago uma dose". Um terceiro estudante pergunta: "Pode ir armado?".

Prints das mensagens passaram a circular nesta quinta (27) entre alunos e funcionários do Mackenzie. À noite, a instituição emitiu um comunicado dizendo que as aulas no campus Higienópolis estão suspensas nesta sexta (28) em "virtude do preparo dos prédios do campus" para o segundo turno, no domingo (30). No primeiro turno, a medida não foi adotada.

Procurada, a Universidade disse, por meio de nota, que "as autoridades, municipais e estaduais, foram responsavelmente informadas para que seja mantida a segurança e a ordem na área".

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Intitulado como Mack Verde e Amarelo, o grupo em que foram trocadas as mensagens surgiu como reação aos alunos que defendem a eleição do petista e que estão convocando para a noite de sexta (28) um ato pela democracia.

No WhatsApp, os organizadores do movimento ressaltaram que a manifestação é pacífica e que quem se desvirtuar desse princípio, não é bem-vindo.

Também circula no grupo uma mensagem que seria de um aluno do ato a favor de Lula dizendo: "Vamos matar os bolsominions". "Tem que metralhar essa petralhada", responde um estudante no grupo.

O perfil do Instagram Mack Verde e Amarelo publicou uma nota, na noite desta quinta (27), dizendo que os organizadores dos dois movimentos conversaram e se comprometeram a manter "a paz e a distância".

Também foi acordado que as manifestações serão realizadas em horários diferentes. A parte da manhã será reservada ao Mack Verde e Amarelo, que irá se reunir na rua Maria Antônia. "Durante a tarde/noite, a direita se manterá dispersada, com suas camisetas verdes e amarelas, porém sem se encontrarem e se unirem em locais."

Já o Mack com Lula fará o ato pela democracia às 19h, com concentração também na rua Maria Antônia.

Os dois lados afirmam que vão manter as manifestações apesar da suspensão das aulas.