Roberto Medina cita desinteresse de Lady Gaga no Rock in Rio e revela seu maior sonho: 'Roberto Carlos'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Nos preparativos para a próxima edilção, marcada para setembro de 2022, Roberto Medina não esconde seu maior sonho: convencer Roberto Carlos a se apresentar no Rock In Rio. O empresário revela que, incansavelmente, faz convites ao Rei, sem muito sucesso até agora. Medina também descarta a vinda de Lady Gaga no ano que vem, depois de a cantora ter cancelado sua apresentação há quatro anos.

"Vamos anunciar mais três nomes específicos de rock. Mas, independentemente da edição, me esforço de forma incansável para ter duas pessoas. Uma é o Roberto Carlos, meu maior sonho. Quando nos encontramos, ele chega a fugir de mim de tanto que fico em cima. A outra é Lady Gaga. Há quatro anos ela cancelou a vinda por motivos de saúde e fiquei frustrado. Nós a procuramos agora, mas não tem interesse, no momento, em turnês na América Latina. Vou continuar enchendo a paciência dela", disse Roberto Medina à "Veja".

Veja também: Aos 42 anos, ex-ator mirim fala de esportes na TV e namora policial civil

Exigências dos astros

O empresário, idealizador do festival, surgido em 1985, disse ainda que, ao longo do tempo, aprendeu a lidar melhor com as exigências das estrelas que traz para o Rock in Rio: "Já na primeira edição, aprendi na marra a lidar com pedidos esdrúxulos. O Prince exigiu 400 toalhas brancas e só usou trinta. O Elton John queria rosas com talos de exatos 14 centímetros no camarim. Mas ninguém supera o Axl Rose, que deu trabalho aqui e em Portugal. Em Lisboa, o Axl levou nove calças jeans iguais e cismou que só se apresentaria com a que tinha esquecido no avião. Mandamos buscar, claro".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos