Robô da NASA faz descoberta inédita ao investigar rochas em Marte

·1 min de leitura
O robô Perseverance, da NASA, voltou a investigar rochas na cratera de Jezero, em Marte. Foto: Getty Images.
O robô Perseverance, da NASA, voltou a investigar rochas na cratera de Jezero, em Marte. Foto: Getty Images.
  • Após o fim do período de conjunção solar, quando o Sol está entre a Terra e Marte, o robô Perserverance voltou a analisar rochas do planeta vermelho;

  • Uma das principais funções do rover é recolher amostras de rochas e poeiras a serem entregues à Terra;

  • O robô está investigando a cratera de Jazero, local de Marte onde existiu um lago há 3,7 bilhões de anos.

Após um “descanso” durante o período da conjunção solar, quando o Sol está entre a Terra e Marte, que começou em 2 de outubro, o robô Perseverance, da NASA, voltou a investigar rochas instigantes na cratera de Jezero, no planeta vermelho.

Leia também:

Uma das funções principais do rover é recolher amostras de rochas e sujeira de Marte a serem entregues à Terra em missões no futuro. Como efeito, dois exemplares foram coletados com o auxílio do Ingenuity, helicóptero que ajuda a encontrar alvos que valham a pena investigar.

O Perseverance está investigando as rochas da região sul de Marte desde 25 de outubro, local de interesse da equipe de cientistas. O robô tem um mecanismo no braço robótico que permite raspar camada do material, de forma a enxergar o que há dentro de sua solidez.

Ao raspar as rochas, o rover enviou imagens do que pareciam ser minerais e sedimentos grudados. Para os cientistas, o material é como uma espécie de cápsula do tempo intacto.

O conteúdo encontrado na cratera de Jazero, que abrigou um lago há cerca de 3,7 bilhões de anos, pode informar sobre como as rochas foram formadas e também quanto ao clima do período.

As informações são da CNN Business.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos