Robson Conceição é derrotado e perde segunda chance de ser campeão mundial de boxe

***ARQUIVO*** SALVADOR, BA, 27.10.2016: Retrato de Robson Conceição, boxeador e campeão olímpico nos Jogos do Rio, que vai estrear no dia 5 de novembro como profissional. (Foto: Raul Spinassé /Folhapress)
***ARQUIVO*** SALVADOR, BA, 27.10.2016: Retrato de Robson Conceição, boxeador e campeão olímpico nos Jogos do Rio, que vai estrear no dia 5 de novembro como profissional. (Foto: Raul Spinassé /Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, o baiano Robson Conceição subiu ao ringue nesta sexta-feira (23) para tentar conquistar um feito inédito na carreira: entrar para a lista seleta de boxeadores que foram campeões olímpicos e mundiais. No entanto, acabou derrotado pelo americano Shakur Stevenson por pontos, em duelo válido pelos títulos da WBO (Organização Mundial de Boxe), WBC (Conselho Mundial de Boxe) e do 'The Ring'.

A luta, que aconteceu em Newark (Nova Jersey), entregou um embate à altura do que prometeu, com placar equilibrado e muitos golpes duros. Aos final dos 12 rounds, os três juízes consideraram Stevenson como vencedor da luta.

Apesar de ganhar o combate, Shakur não bateu o peso ideal na pesagem e, por isso, os cinturões mundiais da WBO e WBC no peso-super pena (59kg) ficaram vagos. A situação só mudaria com o cinturão entraria em jogo, se Robson garantisse a luta da noite - já que o brasileiro tinha batido o peso.

Conceição sofreu a segunda derrota na carreira, mas ainda mantém 17 vitórias no currículo, oito delas por nocaute. Já Stevenson chegou a 19 vitórias em lutas profissionais, sendo nove por nocaute.