Rock in Rio anuncia encontro de Living Colour e Steve Vai no Palco Sunset

O Globo
·2 minuto de leitura
Colagem de foto de divulgação e foto de Rafael Moraes

RIO - Depois do anúncio das atrações que estarão no Palco Mundo em 24 de setembro, primeiro dia de sua edição de 2021 — Iron Maiden, Megadeth, Dream Theater e Sepultura com a Orquestra Sinfônica Brasileira —, o Rock in Rio divulgou na noite desta quinta-feira sua primeira escalação para o palco Sunset: o encontro inédito entre o grupo Living Colour e o guitarrista Steve Vai, que ocorrerá também no dia 24.

Com várias passagens pelo Brasil — incluindo uma pelo próprio Sunset, em 2013, quando se apresentou com a cantora do Benin Angélique Kidjo — o Living Colour é um dos mais marcantes grupos de rock da virada dos anos 1980 para os 90, formado apenas por músicos negros. “Cult of personality”, “Type”, “Elvis is dead” e “Time’s up” são alguns dos sucessos do quarteto americano, que em 2017 lançou seu mais recente álbum, “Shade”, cujos destaques são as recriações de músicas de Robert Johnson (”Preachin’ blues”), Notorious B.I.G. (“Who show ya?”) e Marvin Gaye (“Inner city blues”).

Também bastante assíduo do Brasil (onde esteve pela última vez em 2019, No Rio Montreux Jazz Festival), Steve Vai, de 60 anos,é um dos mais virtuosos guitarristas do rock pesado, tendo iniciado sua carreira aos 18 anos como copista do mestre da guitarra Frank Zappa. Ao longo dos anos, Vai tocou com o Whitesnake e a carreira solo de David Lee Roth (cantor do Van Halen), além de ter gravado vários álbuns solo. Em 2015, ele se apresentou no palco Sunset com a Camerata Florianópolis.

Diretor do Sunset, o produtor Zé Ricardo diz que, se apenas com o seu show o Living Colour costuma impressionar o público, com a guitarra de Steve Vai então “não vai ter para mais ninguém”. “Será um encontro arrebatador. O público pode esperar algo grande, porque será”, garante ele.

No fim de setembro, a organização do Rock in Rio confirmou a realização de sua edição de 2021, nos dias 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1º, 2 e 3 de outubro, na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca. Quando do anúncio, o festival informou em comunicado que estava “confiante no restabelecimento das questões que envolvem a Saúde e na retomada das atividades socioculturais” e que “seguirá rigorosamente as determinações dos órgãos competentes nacionais e internacionais, oferecendo toda a segurança necessária dentro da Cidade do Rock”.