Rock in Rio lança novo evento para setembro e não deve repassar alta do dólar para o ingresso do festival em 2022

·2 minuto de leitura

Enquanto o público aguarda ansioso por mais uma edição do Rock in Rio, a organização do festival anuncia hoje um evento para debater temas como diversidade, inclusão social e sustentabilidade, o Humanorama. Com palestras, debates e workshops totalmente virtuais e gratuitos, ele será realizado entre os dias 14 e 17 de setembro no site rockinriohumanorama.com. A lista de convidados é eclética e inclui Fábio Porchat, Alok, Monja Coen, Gabriel O Pensador, Nelson Motta, Martha Medeiros, entre outros. Para 2022, a intenção é fazê-lo no formato presencial.

— Sentimos a necessidade de criar um espaço para aprofundar essas conversas. Entre os diversos porta vozes, temos executivos, ativistas, artistas e jovens inspiradores — destaca Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio.

Em março, foi anunciado que a edição do Rock in Rio que aconteceria neste ano foi adiada para as primeiras semanas de setembro de 2022. Com essa mudança, Roberta indica que o festival deve passar a ocorrer nos anos pares agora. A equipe trabalha para reconfirmar as bandas que haviam sido anunciadas em dezembro, como Iron Maiden e Sepultura, além de começar a divulgar outras atrações nos próximos meses.

Por enquanto, ela vem observando o cenário internacional e a volta dos festivais em outros países, tendo como referência, especialmente, Inglaterra e Estados Unidos, onde a vacinação avançou e as restrições diminuem. Roberta não imagina um Rock in Rio com as pessoas de máscara e pretende fazer o festival no momento em que o item não seja mais essencial. Em relação a eventos-teste que estão sendo feitos pelo mundo, ela não acredita que essa experiência precise acontecer no Brasil.

— Como existem países que já fizeram eventos-teste, eu não vejo a menor necessidade de o nosso refazer — resume Roberta.

E mesmo com dólar e inflação altos, ela afirma que o valor do ingresso da próxima edição não deve sofrer tanta alteração em comparação à última.

— Não vamos repassar isso tudo para o consumidor. Tem sempre ajustes de mercado, mas nada significativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos