Rocket Internet reduz perdas em 2016 e avalia mercado de IPO

BERLIM (Reuters) - A investidora alemã de comércio eletrônico, Rocket Internet informou nesta terça-feira que conseguiu reduzir as perdas em seus principais investimentos em 2016 e espera tornar três deles lucrativos até o final de 2017, com ofertas de ações permanecendo como possibilidade.

Fundada em 2007, a Rocket construiu dezenas de negócios desde comércio de moda online até entregas de comida, mas o preço de suas ações caiu em 2016 o que forçou um corte nos valores de suas principais start ups.

Alguns investidores esperam uma mudança se a empresa conseguir listar alguns de seus negócios, com a sua maior empresa, a Delivery Hero de comida online, dizendo na segunda-feira que pode considerar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

O diretor financeiro da Rocket, Peter Kimpel, disse em teleconferência com jornalistas que o mercado para IPO parecia estar agora em um momento mais favorável do que há um ano, embora o presidente-executivo, Oliver Samwer, não tenha comentado no mesmo evento sobre planos concretos para um IPO, dizendo que era uma questão para as start ups.

A Rocket reduziu o prejuízo agregado antes de juros, impostos, depreciação e amortização em sua holding para 360 milhões de euros em 2016, uma redução de 234 milhões de euros no ano anterior.

Nesta terça-feira, a Rocket informou prejuízo consolidado de 741,5 milhões de euros em 2016, em grande parte devido aos custos por baixa contábil após uma rodada de investimentos para a Global Fashion Group, empresa de comércio online que perdeu dois terços do seu valor.

Entretanto, a empresa disse que permaneceu bem capitalizada, com 1,5 bilhão de euros de caixa bruto na holding e 800 milhões em suas principais companhias e grupos regionais, no final de março.

Samwer disse a analistas e investidores que seu foco está no crescimento das empresas existentes e na melhoria da rentabilidade, em vez de grandes aquisições.

(Por Ema Thomasson)