Rodízio municipal de carros em São Paulo será suspenso no feriado de Finados

·3 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 18.05.2020 - Movimento de veículos na ligação Leste-Oeste. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 18.05.2020 - Movimento de veículos na ligação Leste-Oeste. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O rodízio de veículos na cidade de São Paulo será suspenso na próxima segunda-feira (2), no dia de Finados. De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, também fica liberado o fluxo de veículos pesados.

As restrições ZMRC (Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões) e ZMRF (Zona de Máxima Restrição aos Fretados) também foram flexibilizadas, mas a Zona Azul, serviço de estacionamento rotativo, vai continuar vigorando de acordo com a sinalização existente.

Segundo a secretaria, sob gestão de Bruno Covas (PSDB), motoristas podem consultar os horários de ativação da Zona Azul nas placas de regulamentação de cada local.

Por conta da pandemia, está suspensa a cobrança do serviço dentro de um raio de 300 metros do entorno de hospitais, ambulatórios, UBS, UPA, AMA, PS e outros estabelecimentos de prestação de serviços de urgência e emergência em saúde.

Nesta quinta-feira (29) também se inicia a chamada Operação Finados, do governo do estado, com o reforço do policiamento rodoviário, das ambulâncias e das concessionárias nas rodovias. Serão cerca de 21 mil policiais nas ações de patrulhamento para evitar crimes, garantir a fluidez do trânsito, fiscalizar os limites de velocidade e o uso de cinto de segurança e fazer testes de embriaguez.

O motorista que for flagrado dirigindo sob a influência de álcool será multado e poderá ter o veículo apreendido. O condutor ainda poderá ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa, além de responder criminalmente.

"É uma operação importante para garantir a qualidade das rodovias e a segurança da população. Sobretudo neste momento que ainda estamos passando, em que menos acidentes de trânsito significam mais leitos livres para atender os pacientes do coronavírus", afirmou a secretária interina de Logística e Transportes, Priscila Ungaretti.

O governo de São Paulo, sob gestão de João Doria (PSDB), também reforçou a importância de evitar viagens desnecessárias e a exposição ao risco de contaminação por Covid-19, sobretudo as aglomerações no litoral.

Haverá o uso de megafones para reforçar a necessidade do distanciamento social em pontos específicos como praias, bares e restaurantes. A PM paulista dará apoio à fiscalização das equipes de vigilância sanitária municipal e estadual.

Os motoristas também podem planejar a viagem escolhendo os horários de menor movimento. Na quinta-feira, a estrada estará mais livre entre 00h e 11h e 18h e 00h. Já na sexta, o melhor horário é entre 00h e 10h e no sábado, de 00h às 7h e 21h à 00h.

No domingo, os melhores horários para viajar são de 00h às 8h e de 18h à 00h. No retorno, segunda-feira, a dica é pegar a estrada entre 00h e 9h e 21h e 00h.

No início da semana, o governo Doria também liberou a ida aos cemitérios no feriado de Finados. A visitação deve respeitar os protocolos de combate à Covid-19, como o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento social.

As visitas estavam suspensas na capital desde o início da pandemia, em meados de março.

A decisão de liberação para o feriado foi tomada pelo Centro de Contingência ao Coronavírus de São Paulo, que é formado por 20 médicos de diferentes especialidades.