Rodas de samba comandadas por mulheres fazem apresentações simultâneas e gratuitas

Um desfile de talentos femininos a serviço do ritmo mais popular do Brasil. Neste sábado (4), a segunda edição do Circuito das Mulheres na Roda de Samba, que homenageia Clara Nunes, pede passagem em três espaços da Zona Norte em eventos gratuitos, simultâneos, que acontecem a partir das 17h.

Parques: Confira sete locais na Zona Sul, famosos ou escondidos, que merecem a visita

Alice K.: nasce o bebê da artista que viralizou cantando grávida no trem

No Centro da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, o batuque fica a cargo do grupo Suburbanistas, com participações especiais das cantoras Dayse do Banjo e Cassiana. A atração na Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, é a Banda Perfumada, com Nana Kozak e Paula Esteves. Já o Só Damas anima a festa na Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre.

Moradora de Vila Isabel, a cantora Dayse do Banjo ressalta a importância deste evento de samba com protagonismo feminino.

— O circuito evidencia a ascensão feminina no mercado do samba e destaca as mulheres tocando instrumentos como percussão, cavaco e violão. Felizmente, já vejo um crescimento de mulheres nas rodas de samba. Homenagear Clara Nunes ajuda destacar a importância dela no samba e na representatividade das religiões de matrizes africanas dentro do mercado de música — diz a artista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos