Rodovias paulistas devem receber 3,1 milhões de veículos durante feriado da Proclamação da República

·3 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 27.12.2018 - Movimentação intensa de veículos pela Rodovia Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, sentido litoral do estado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 27.12.2018 - Movimentação intensa de veículos pela Rodovia Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, sentido litoral do estado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) calcula que cerca de 3,1 milhões de veículos devem circular pelas principais rodovias paulistas durante o feriado de 15 de novembro, dia da Proclamação da República.

No sistema Anchieta-Imigrantes, que dá acesso aos municípios da Baixada Santista, a estimativa da concessionária que administra o trecho é de 220 mil a 335 mil veículos em direção ao litoral.

Na Tamoios, que faz importante ligação entre o Vale do Paraíba e o litoral norte, estão previstos 127 mil veículos entre esta sexta-feira (13) e segunda (15).

Já no corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, que faz a ligação até a rodovia dos Tamoios e à rodovia Presidente Dutra, são esperados 849 mil veículos (nos dois sentidos) durante os dias de feriado.

Nas estradas Castello Branco e Raposo Tavares, que ligam a capital a cidades do interior paulista, como a região de Sorocaba (99 km de SP), a expectativa é que o fluxo seja de 510 mil veículos.

Nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, que fazem o trajeto para Campinas (93 km de SP), devem circular 655 mil veículos, entre saída e chegada à capital, no período.

"Mais um feriado com a previsão de alta movimentação nas rodovias. Por isso, vamos reforçar a operação para garantir a segurança e o conforto dos que vão pegar a estrada", afirma João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes.

Para evitar congestionamentos, a agência orienta os motoristas a programarem suas viagens, evitando os horários de maior movimento, previstos para sexta-feira (12), das 15h às 19h, sábado (13), das 8h às 13h e segunda-feira (15), das 12h às 20h.

Os motoristas podem ainda se planejar utilizando informações de tráfego das rodovias, disponíveis nos sites das concessionárias. Além disso, mensagens com orientações serão veiculadas nos painéis eletrônicos (PMVs) distribuídos pela malha concedida.

Especificamente sobre o sistema Anchieta-Imigrantes, o movimento de veículos rumo à Baixada Santista deve aumentar na tarde de sexta-feira (12), quando está prevista a implantação da Operação Descida 7X3, das 16h às 3h do sábado (13).

O mesmo esquema deve voltar a ser implantado no sistema na manhã de sábado (13), das 8h às 20h e no domingo (14), das 9h às 12h.

A volta dos turistas deve ser intensificada no fim da tarde de domingo (14), dia em que está prevista a implantação da Operação Subida 2X8, das 18h às 21h. Este esquema deverá ser montado também na segunda (15), das 11h às 3h da terça-feira (16).

"Nossa orientação é que os motoristas se programem para, dentro do possível, evitarem os horários de maior movimentação nas estradas", afirma Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.

Segundo a Agência, além dos reforços operacionais e de fiscalização, as rodovias estaduais contarão com o uso de drones, que permitem às equipes de campo um melhor tempo de resposta e tomadas de decisões, além câmeras de fiscalização, que abastecem os centros operacionais 24 horas por dia, e 551 sensores de tráfego.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos