Rodrigo Faro desabafa após interpretar Silvio Santos: "Jornada puxada"

Rodrigo Faro na comemoração do seu aniversário de 48 anos (Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews)
Rodrigo Faro na comemoração do seu aniversário de 48 anos (Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews)

Rodrigo Faro já finalizou as gravações do filme "O Sequestro". No longa, o apresentador interpretará o ídolo Silvio Santos. Nesta quarta-feira (10), em seu Instagram, ele celebrou a conclusão do trabalho e desabafou sobre os bastidores intensos.

"Fim de uma jornada puxada, difícil, exaustiva…40 dias filmando e apresentando meu programa simultaneamente e sem parar…Longe da família, dos amigos…Um cuidado maluco com a voz, o corpo, o personagem…Gravar até tarde o 'Vai dar Namoro', chegar em casa morto e ainda ter que decorar texto para o filme que começaria a gravar às 7h da manhã do dia seguinte", contou.

Além do desafio de gravar o filme enquanto apresentava o seu programa na Record TV, Rodrigo Faro precisava de tempo para a caracterização que levava cerca de 3 horas. Além disso, muito foco nos ensaios do quadro "Dança Gatinho", que voltou a fazer sucesso.

"Que loucura, meu Deus! Mas apesar do cansaço, essa foi uma jornada muito linda e emocionante…Tudo valeu muito a pena…Uma honra, uma felicidade de poder homenagear meu maior ídolo na TV! Obrigado, meu Deus e minha família pela força!", publicou.

Quando as gravações de "O Sequestro" foram iniciadas, Rodrigo Faro virou piada pela caracterização. Muitas pessoas compararam o apresentador com o personagem Kiko, da vila do "Chaves". O artista ignorou os comentários negativos. O filme abordará o caso policial de 2001 em que Silvio Santos foi feito refém junto de sua filha Patrícia Abravanel.