Rodrigo Faro recusa trocar Record pela Globo: "Melhores anos da minha vida"

Rodrigo Faro está feliz com sua carreira na Record (Foto: Reprodução/Instagram)

Resumo da Notícia:

  • Rodrigo Faro negou saída da Record para ir trabalhar na Globo

  • Ele afirmou que vive os melhores anos de sua vida

  • Apresentador disse que não foi impedido de se manifestar politicamente

Em meio a tantos profissionais deixando suas emissoras para trabalhar na Globo, Rodrigo Faro descarta esta movimentação. Pelo menos por enquanto. No Rock in Rio, na noite de sábado (10), o apresentador do "Hora do Faro" falou que conquistou tudo em sua vida trabalhando na emissora de Edir Macedo, onde ele afirma viver os melhores anos de sua vida.

"Eu consegui tudo na minha vida na Record. Eu tive uma passagem pela Globo que foi maravilhosa, mas eu tô na Record há 13 ou 14 anos, os melhores anos da minha vida eu tô vivendo na Record. Não seria legal nesse momento eu simplesmente dizer não quero mais, quero ir para outra emissora. Eu quero construir a minha carreira dentro da Record, como eu tenho construído, [quero] fazer a minha história lá dentro", disse.

Faro chegou na Record em 2008 para substituir Márcio Garcia no comando do programa "O Melhor do Brasil", que ocupava a programação vespertina do sábado. Ele conquistou seu espaço e foi promovido para assumir o domingo, um dos espaços mais concorridos da TV brasileira.

Em sua empreitada, Rodrigo Faro incomodou a Globo por diversas vezes e isso o colocou nas rodas de fofocas como um possível interesse da líder de audiência. Mas, no momento, seu plano é seguir consolidando seu nome e seu trabalho na emissora que o acolheu e deu mais oportunidades.

"Eu fico muito feliz, porque a gente precisa de muito trabalho para conquistar essas coisas. Então eu sou muito grato à Record. O dia que eles não quiserem mais que eu esteja lá, aí sim eu posso pensar em ir para outra emissora. Mas sempre vou querer estar na Record", afirmou.

Eleições

Embora muitos artistas estejam manifestando abertamente seus votos nas eleições presidenciais marcadas para outubro, Faro prefere não fazer uma manifestação explícita, mas já definiu que quer uma mudança no cenário político.

"Eu manifesto meu voto na urna de acordo com o que eu quero de melhor para o meu país. Eu quero saúde, educação, quero trabalho, quero um futuro melhor para as nossas filhas", declarou. "E a gente precisa pensar no outro, ter um pouco de empatia e saber que a gente precisa de um país melhor, mais justo e com mais oportunidade para as pessoas, independentemente de quem esteja no poder, a gente precisa valorizar o povo."

Faro também disse que nunca recebeu nenhuma orientação de sua chefia na Record sobre a vontade de expressar suas predileções políticas.

"Eu nunca recebi nenhuma orientação nesse sentido. A gente vive numa democracia, todo mundo tem o direito de expressar o seu contentamento e o seu descontentamento. Agora o que a gente precisa é respeitar a opinião do outro. A gente precisa aprender a debater de uma maneira adulta e não como uma quinta série, que se você não tem a minha opinião você é meu inimigo", comentou.