Rodrigo Garcia deve trocar PSDB pelo União Brasil após as eleições, dizem aliados

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 31.03.2022 - O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 31.03.2022 - O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Membros paulistas do antigo DEM dão como certa a migração do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ao União Brasil depois das eleições.

Garcia fez toda sua carreira na legenda que se fundiu ao PSL para formar o novo partido.

Além da afinidade política, eles elencam dois motivos para a movimentação: Garcia foi para o PSDB pelas mãos de João Doria, que diz ter deixado a política, e ele sonha em se lançar à Presidência em 2026, projeto que seria mais viável no maior partido do Brasil, e não em uma sigla que hoje é atravessada por divisões internas.

Garcia filiou-se ao PSDB em 2021, em movimentação que, entre outras coisas, tinha como objetivo barrar as pretensões de Geraldo Alckmin de disputar as eleições para o Governo de SP pelo partido.

O ex-governador então deixou a sigla e hoje faz parte do PSB como vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PSB).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos