Rodrigo Maia deixa Governo de SP após apoio de Rodrigo a Bolsonaro

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.10.2021 - O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (PSDB). (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.10.2021 - O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (PSDB). (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (PSDB) anunciou na manhã desta quarta-feira (5) que deixou o Governo de São Paulo. A decisão ocorre em razão do apoio do governador Rodrigo Garcia ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno.

Maia era secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo. "Informo que na data de hoje deixo a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo. Agradeço aos governadores João Doria e Rodrigo Garcia pela oportunidade", escreveu Maia nas redes sociais.

Na tarde de terça (4), Rodrigo declarou seu "apoio incondicional" a Tarcísio de Freitas (Republicanos), em São Paulo, e a Bolsonaro na corrida pela Presidência da República.

Maia esteve a terça (4) no comitê de campanha de do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que ele tem ajudado na articulação com empresários e nomes do mercado.

Como o Painel informou, outros secretários do governo Rodrigo Garcia devem deixar os seus cargos. A debandada deve envolver também Zeina Latif (Desenvolvimento Econômico) e Laura Machado (Desenvolvimento Social), que irão bater o martelo após conversa com governador nesta quarta (5).