Rodrigo Neves, prefeito de Niterói, é alvo de operação da Polícia Federal

O Globo
·1 minuto de leitura
Divulgação

RIO - A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram, nesta quarta-feira, uma operação que mira o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves. Os agentes visam a cumprir mandados de busca e apreensão referentes a iirregularidades nas obras da Transoceânica Charitas-Engenho do Mato - que ficou R$ 34 milhões mais cara do que o previsto - e contratos de publicidade firmados pelo governo municipal. As informações são do "Bom Dia Rio", da TV Globo.

Os agentes estiveram em vários endereços, como a casa de Neves, no bairro Santa Rosa, e na sede da prefeitura, no Centro. Ao todo, foram expedidos 11 mandados de busca de apreensão pelo Tribunal Regional Federal (TRF) - oito deles oito no Rio e três em São Paulo.

No Rio, equipes se deslocaram para a Região Oceânica de Niterói e a Gávea, na Zona Sul da capital. Neste último local, o alvo seria o cineasta René Sampaio, que é dono de uma produtora de filmes e teria um contrato com a Prefeitura de Niterói, informou o "Bom Dia Rio".

Mais de 50 policiais federais participam da ação.