Rodrigo Pacheco irá prorrogar prazo de funcionamento da CPI da Covid, diz Aziz

·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF,  09.07.2021 - O senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 09.07.2021 - O senador Omar Aziz, presidente da CPI da Covid. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), disse que conversou por telefone com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Ele informou a Aziz que irá ler o requerimento nesta quarta-feira (14) para que a CPI possa funcionar por mais 90 dias.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou há duas semanas o requerimento para prorrogar a CPI, que rapidamente passou a contar com as 27 assinaturas necessárias –o que corresponde a um terço do total de senadores.

Nos bastidores, comentava-se que Pacheco não iria se opor à prorrogação, mas que faria em uma data mais próxima do término dos 90 dias regimentais.

A CPI foi instalada após uma decisão do Supremo Tribunal Federal, uma vez que Pacheco se recusava a ler o requerimento para a sua criação. Aliados de Pacheco afirmam que o presidente do Senado não iria se opor à prorrogação, uma vez que considerava certo que a questão, nesse caso, seria judicializada e que havia decisão favorável do STF.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos