Rogério Ceni testa positivo para Covid e amplia problemas do Flamengo para jogo da Copa do Brasil

·1 minuto de leitura

O Flamengo ganhou mais um problema para a partida contra o Coritiba, na quinta-feira, pela Copa do Brasil. O técnico Rogério Ceni testou positivo para a Covid-19 em exame realizado nesta segunda-feira. Assim, ele cumprirá quarentena e não comandará o time nos próximos jogos.

Já são seis baixas hoje no grupo rubro-negro por conta do coronavírus. Nos últimos dias, Ceni já vinha comandando os treinamentos sozinho em função da contaminação de seu auxiliar, Charles Hembert. O preparador físico Roberto Oliveira estava improvisado na função de assistente.

Outros infectados por Covid-19 no Flamengo hoje são os meias Arrascaeta (com a seleção do Uruguai) e Max, o auxiliar Nelson Junior e o analista Leandro Costa, além de um roupeiro.

O treinador já sofria com os desfalques por convocação para seleções e tinha nas mãos apenas 16 atletas do grupo principal. Agora, a preparação da equipe para o jogo com o Coritiba fica ainda mais comprometida.

De acordo com o comunicado divulgado pelo rubro-negro, Maurício Souza, da equipe sub-20, tocará os trabalhos junto com o auxiliar Márcio Torres durante a ausência de Ceni. Maurício, aliás, esteve à frente do time nas primeiras rodadas do Campeonato Carioca.

A expectativa do rubro-negro é contar com os cinco jogadores que defenderam as seleções principal e olímpica do Brasil nos últimos dias: Rodrigo Caio, Everton Ribeiro, Gabigol, Gerson e Pedro. De acordo com o site ge, o Flamengo montou uma logística para que o grupo chegue à capital paranaense no dia do confronto. O aproveitamento dos jogadores, porém, dependerá de uma avaliação física.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos