Rogério Ceni no São Paulo? Presidente responde

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Rogério Ceni completou no último dia 10 exatos dois meses desde que foi demitido pelo Flamengo (Alexandre Vidal/Flamengo)
Rogério Ceni completou no último dia 10 exatos dois meses desde que foi demitido pelo Flamengo (Alexandre Vidal/Flamengo)

Desempregado desde que foi demitido do Flamengo, Rogério Ceni tem ganhado cada dia mais defensores na torcida do São Paulo. Porém, até o momento, esse movimento é apenas de torcedores. O Blog apurou que internamente nem se discute tal possibilidade.

"Chance zero de demitirmos o Hernán Crespo", afirmou Julio Casares, presidente tricolor. Por mais que os dirigentes estejam frustrados com o atual momento da equipe, só uma posição acima da zona de rebaixamento, a avaliação interna é de que o trabalho do argentino é bom.

Leia também:

Isso sem falar na multa rescisória de US$ 750 mil ou R$ 3,9 milhões que teria de ser paga a Crespo em caso de dispensa.

E não para por aí. No Morumbi, existe o consenso de que Rogério Ceni trabalha de uma maneira completamente diferente da idealizada por Casares, Carlos Belmonte, Rui Costa e companhia. Hoje, tudo o que acontece no departamento de futebol é discutido e decidido entre várias pessoas.

Com Ceni, o modelo é outro. O ex-comandante são-paulino é extremamente centralizador. Isso significa que Ceni nunca trabalhará com Casares e cia? Não! Mas certamente é algo que pesa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos